A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 23 de Setembro de 2018

07/11/2017 13:02

Em menos de dois anos, Câmara passará pela segunda reforma

Anahi Zurutuza e Mayara Bueno
Sede do Legislativo municipal (Foto: Paulo Francis)Sede do Legislativo municipal (Foto: Paulo Francis)

A Câmara Municipal de Campo Grande passará pela segunda reforma em dois anos. O anunciou foi feito durante a sessão desta terça-feira (7) pelo presidente do Legislativo municipal, vereador João Rocha (PSDB).

Ele convocou a Comissão Permanente de Obras e Serviços Públicos para uma reunião no fim da sessão.

João Rocha não deu detalhes sobre as obras, apenas disse que os gabinetes dos 29 vereadores que hoje ficam divididos entre térreo e 1º andar ficarão todos num só piso, enquanto o outro será destinado a parte administrativa.

Além disso, são necessários ajustes às regras de acessibilidade e a exigências do Corpo de Bombeiros, segundo o presidente.

O vereador afirmou ainda que as obras começam neste fim de 2017, assim que a Câmara fechar o ano legislativo, mas não devem ser concluídas antes da abertura da próxima legislatura, por isso, talvez seja necessário alugar salas comerciais próximas da casa de leis para abrigar alguns setores. 

Rocha não quis adiantar o quanto vai custar a reforma, mas garantiu que ela será paga com recursos do duodécimo – repasse obrigatório feito pelo Executivo municipal ao Legislativo. Parte será tirado do orçamento da Câmara de 2017 e outra parte do valor da receita projetada para 2018.

Prédio em obras no ano passado; três novas salas foram construídas na parte do fundo (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Prédio em obras no ano passado; três novas salas foram construídas na parte do fundo (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

O presidente afirma que ainda assim vai haver sobre e devolução de recursos à Prefeitura de Campo Grande, como geralmente acontece todos os anos. “Vai ter porque a Câmara fez economia”.

Reforma anterior – Depois de 15 anos funcionando no prédio do bairro Jatiuka Park, a Câmara de Campo Grande passou pela primeira reforma em janeiro do ano passado e foram investidos R$ 200 mil para a realização da pintura externa do imóvel, construção de novas salas, guarita, troca do telhado e readequações em quatro gabinetes parlamentares, na recepção da presidência.

Duodécimo – Por mês, o Executivo municipal repassa quantias de R$ 4 a R$ 5 milhões à Câmara Municipal, que terá até R$ 68,3 milhões para as despesas deste ano, conforme a LOA (Lei Orçamentária Anual).



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions