A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 17 de Julho de 2018

27/03/2018 11:08

Em protesto contra atraso em benefício, agentes de saúde lotam Assembleia

Anahi Zurutuza e Leonardo Rocha
Agentes lendo carta em voz alta durante a sessão (Foto: Leonardo Rocha)Agentes lendo carta em voz alta durante a sessão (Foto: Leonardo Rocha)

Agentes comunitários de saúde de Campo Grande lotaram a sessão da Assembleia Legislativa desta terça-feira (27) para protestar contra atrasos constantes no pagamento de bônus salarial. Os servidores são do quadro de funcionários do município, mas recebem o incentivo do Governo de Mato Grosso do Sul.

A intenção dos manifestantes é pressionar os deputados estaduais a intervirem a administração estadual e pagar a bonificação em dia. De acordo com o presidente do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais de Campo Grande), Marcos Tabosa, no ano passado, o valor foi depositado com atrasos em quase todos os meses e neste ano, até agora os servidores não receberam o incentivo.

O protesto foi silencioso. Confira o vídeo:

O sindicalista explicou ainda que o Estado desembolsa cerca de R$ 400 mil com os bônus dos 1,5 mil agentes comunitários de Campo Grande. 

A manifestação foi silencios até que Tabosa teve o microfone da tribuna aberto para fazer as reivindicações. Neste momento, os servidores leram coletivamente uma carta em voz alta pedindo apoio aos deputados.

O deputado Rinaldo Modesto (PSDB), líder do governo na Assembleia, explicou que para receber o incentivo, os agentes de saúde têm de cumprir uma série de metas e que os atrasos são decorrentes da demora dos municípios para enviar relatório contendo as informações sobre as atividades desempenhadas pelos servidores ao Estado.

“As prefeituras de seis cidades – Campo Grande,Corguinho, Ribas, Terenos e Nova Alvorada – ainda não enviaram os relatórios. Assim que chegaram, os pagamentos serão liberados”, garantiu em nome do Executivo estadual.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions