A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 16 de Julho de 2018

04/08/2010 15:21

Emenda 29: prefeitos de MS voltam frustrados de Brasília

Redação

Mato Grosso do Sul foi a Brasília com 47 prefeitos e representantes acompanhar na terça e quarta-feira a votação da Emenda 29, que fixa percentuais mínimos a serem investidos anualmente em saúde pela União, desonerando os municípios. Mas a matéria não foi votada.

De acordo com a Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), assumiu o compromisso de que a matéria seria votada antes das eleições de outubro. A pauta da Câmara está trancada por MPs (medidas provisórias).

O presidente da entidade, Beto Pereira (PSDB), diz que os prefeitos não podem arcar sozinhos com as despesas na área de saúde pública.

Além do trancamento da pauta, a falta de quorum também tem impedido as votações. De acordo com a Assomasul, até às 17h de terça-feira apenas 277, do total de 513 deputados, atenderam à convocação do "esforço concentrado", marcado para os dias 3, 4 e 5 deste mês.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions