A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/08/2010 15:21

Emenda 29: prefeitos de MS voltam frustrados de Brasília

Redação

Mato Grosso do Sul foi a Brasília com 47 prefeitos e representantes acompanhar na terça e quarta-feira a votação da Emenda 29, que fixa percentuais mínimos a serem investidos anualmente em saúde pela União, desonerando os municípios. Mas a matéria não foi votada.

De acordo com a Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), assumiu o compromisso de que a matéria seria votada antes das eleições de outubro. A pauta da Câmara está trancada por MPs (medidas provisórias).

O presidente da entidade, Beto Pereira (PSDB), diz que os prefeitos não podem arcar sozinhos com as despesas na área de saúde pública.

Além do trancamento da pauta, a falta de quorum também tem impedido as votações. De acordo com a Assomasul, até às 17h de terça-feira apenas 277, do total de 513 deputados, atenderam à convocação do "esforço concentrado", marcado para os dias 3, 4 e 5 deste mês.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions