A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

11/10/2011 08:05

Escolhido à canetada, nome de MS é polêmica 34 anos depois da criação

Aline dos Santos e Wendell Reis

MS já foi Estado de Maracaju, Território de Ponta Porã, Campo Grande e Pantanal

Nascimento de Mato Grosso do Sul, na visão do artista plástico Humberto Espíndola. (Foto: Reprodução)Nascimento de Mato Grosso do Sul, na visão do artista plástico Humberto Espíndola. (Foto: Reprodução)

Mato Grosso do Sul chega aos 34 anos em crise de identidade, sem ter certeza nem do próprio nome. Na última terça-feira, a uma semana do aniversário do Estado, a Assembleia Legislativa aprovou alteração na Constituição Estadual, abrindo as portas para realização de um plebiscito sobre mudança do nome.

O Estado segue a sina de ser confundido com o vizinho Mato Grosso e a cada visitante recebido já virou lugar-comum o brado em coro: “do Sul”.

Filha da ditadura, a nova unidade da federação – criada em 11 de outubro de 1977 em decreto assinado pelo presidente Ernesto Geisel – deveria ter levado o nome da Capital.

“Mas a outra cidade, principalmente Dourados, reagiram contra o nome Campo Grande”, recorda o jornalista Sérgio Cruz, que testemunhou o nascimento do Estado.

Para ele, o fato de mais de três décadas depois o nome ainda ser questionado se deve à falta de diálogo à época da criação de Mato Grosso do Sul. “Era época da ditadura, não se discutia nada”. Cruz avalia que o processo democrático que faltou há 30 anos ainda deve ser feito.

Como exemplo, cita a experiência do Tocantins. “Foi discutido antes. Queriam Goiás do Norte, Tapajós, Bananal. Foi escolhido Tocantins”, afirma.

O ex-senador Valter Pereira avalia que houve um pecado original na criação, porque as pessoas não foram consultadas. “Como não ocorreu no devido tempo, nada obsta que se discuta a mudança do nome. Sou a favor, preliminarmente, da discussão, pois um fato é real, existe até hoje uma confusão grande”.

“Trocar de nome não é mudar de roupa. Mato Grosso do Sul está se afirmando, trinta anos é muito pouco para um Estado”, salienta Idara Duncan, carioca de nascimento e sul-mato-grossense de coração. Há 50 anos em Campo Grande, ela lembra que o descontentamento era geral com essa parte do território presa ao Mato Grosso.

“Estávamos cansados de ver todos os nossos impostos indo para o Norte. Nossa cultura era mais ligada a Rio, São Paulo, Paraguai”, recorda. Para Idara, já temos nossa fisionomia, que somadas à produção cultural constroem a identidade local. “É como se olhasse no espelho e perguntássemos quem somos nós”. À pergunta, ela traz a resposta na ponta da língua. “Um povo maravilhoso, lutador e trabalhador”.

Do Mato - Na história de Mato Grosso do Sul, nomes não faltaram. Em 1932, o Sul do Mato Grosso apoiou os paulistas na Revolução Constitucionalistas, e por curtos meses fomos o Estado de Maracaju.

Em 1943, por força de decreto do presidente Getúlio Vargas, Ponta Porã, Porto Murtinho, Bela Vista, Dourados, Miranda, Nioaque e Maracaju viraram Território de Ponta Porã. Três anos depois, os municípios foram reincorporados ao Mato Grosso.

Nos últimos anos, ganhou força o nome Estado do Pantanal. A proposta foi encampada pelo então governador Zeca do PT, mas não prosperou diante da forte oposição.

Parte da explicação pode estar no passado, como lembra João Leite Schimidt, que participou da primeira constituinte. O ex-deputado se recorda que leu o projeto da divisão do Estado antes da apresentação, cujo nome seria Campo Grande, seguindo o que acontecia com São Paulo.

Porém, o pedido de mudança, adotando Mato Grosso do Sul, ocorreu porque os próprios deputados não queriam perder a condição de mato-grossense, ainda do que do Sul.

Eldorado - Mentor da Bovinocultura, o artista plástico Humberto Espíndola retratou o gênesis do novo Estado na tela “Nascimento de MS”. Nos braços de um senhor verde oliva, repousa um bezerro de ouro.

Na divisão, Mato Grosso ficou com 38 municípios e 900 mil habitantes; já o do Sul herdou 55 cidades e mais de um milhão de habitantes. Três décadas depois, o vizinho tem 141 municípios e população de mais de três milhões de pessoas. Mato Grosso do Sul tem 79 cidades e 2,4 milhões de habitantes.



Há algum tempo, não tão remoto assim, ouvi da tribuna do Senado discurso de um senador, representante do MS, referir-se ao Estado que representa como " MATO GROSSO". Lamentável!!!
Não me recordo, mas se fosse alguma tratativa sobre recursos destinados ao seu Estado, tenho medo de que tenha ido lá prá cima!!!
 
Francisco Costa em 14/10/2011 05:31:58
A troca de nome do estado é algo que ja deveria ter acontecido já há muito tempo. Todo povo precisa de identidade, de algo que o diferencia dos demais, e MS praticamente não existe na cabeça da maioria dos brasileiros que vivem em outros estados. Trabalho em uma empresa com escritórios em todo o Brasil e o transtorno de ser um estado que nao existe é muito ruim. Obs.: Nada contra MT adoro Cuiabá
 
Jose Batista em 13/10/2011 09:09:58
Como bom sul matogrossense sou favorável à mudança de nome. Já morei em outros estados e percebi que ninguém conhece a história e a geografia do Brasil. Tenho um amigo em Brasília que me disse que tinha visitado minha cidade, então perguntei se ele tinha vindo a campo Grande ele me disse: não, eu fui em Cuiabá, não é a capital do seu estado? fiquei perplexo...e olha que ele é formado em direito...
 
Altair Nogueira em 13/10/2011 09:07:33
O problema é que somos eternamente uma "divisão" do Mato Grosso e não uma criação de um novo Estado. Se perguntar para os Campograndenses, por exemplo, aposto que a grande maioria dirá que no útimo dia 11 nós comemoramos a divisão e não a criação de MS... campanhas na televisão cometeram essa gafe, o próprio poder público comete.. não está na nossa essência a criação, está sim, a divisão.
 
Guto Dobes em 13/10/2011 09:06:46
Não CONCORDO com a mudança de nome do Estado de MS. Pois, todos aprendemos que 2+2=4. É tão díficil aprender que a região centro-oeste é composta pelos estados de MT, Mato Grosso do Sul, GO e DF??
 
Luis Souza em 13/10/2011 09:04:57
Deve mudar sim para Estado do Pantanal - PN, moro em Natal/RN e muita gente confunde e não vai gastar seu dinheiro em MS com Turismo por causa dessa confusão, com o nome Pantanal acho que o estado vai lucrar bem mais, principalmente na COPA de 2014 quando os turistas vão para o MT, mas será que vão embora sem conhecer o estado do Pantanal? a maior área do pantanal.
 
Nilton Genobie em 12/10/2011 09:59:11
Tem sim que mudar o nome do Estado, nossos irmãos brasileiros dos outros estados não entendem que Mato Grosso do Sul é também um Estado da Federação, resumindo; Mato Grosso do Sul não existe lá fora. uma pena...
 
João Santos em 12/10/2011 09:58:27
O nome deveria ser PANTANAL, e não Campo Grande, pois homenagearia todos nós, aquidauanenses, corumbaenses, campograndenses, mirandenses, douradenses, belavistenses, pontaporanenses, ou seja, os pantaneiros de nascença. Inclusive, não devemos nos esquecer dos índios, paraguaios, bolivianos, paulistas, gaúchos, nordestinos, mineiros, que ajudaram a construir este grande Estado. Temos identidade!
 
Daniel Dias em 12/10/2011 09:18:53
Caro Sérgio Cruz, contunuas o mesmo! Na época não aceitaram a denominação Estado de MARACAJU. Houve sim longa discussão quanto ao nome, busquem os anais e verão. O fato é qu em vez de firmarem em um nome, insistiram, e entre esses insistentes o próprio "Pau na Mula", em alterar o nome do Estado de Mato Grosso, não é mesmo? Os políticos de MS sempre buscam justificar seus erros e omissões.
 
ALVARO MARCAL MENDONCA em 12/10/2011 07:59:24
Sou nascido em 1956,e não vejo nenhum problema em termos o Estado com o nome que aí está, o que precisdamos e que nossos políticos que ficam se preocupando com nome de estado , se preocupassem em trabalhar para dar credibilidade a esse que temo,vamos dar qualidade de vida a comunidade carente, melhorando esses hospitais pub. que parecem mais c/ campos de concentração. Tomem tento srs. Deputados
 
PORFIRO VILELA em 12/10/2011 07:13:55
Estado do terere q tal hehehehe...

Campo Grande tb n tem identidade...confundem com a Do Rio e a de Salvador q zica!
 
ygor bueno em 11/10/2011 12:47:58
Eu estava em Paris , quando um grupo de Vitória -ES, perguntou de onde eu era e eu disse, Campo Grande , Mato Grosso do Sul, e um deles disse , "nossa de tão longe MATO GROSSO", aí uma amiga que reside lá , corrigiu.
 
Antonio Quebrado em 11/10/2011 11:41:27
Acredito que a mudança do nome poderá implicar em mudanças econômicas positivas ao estado
 
Marta de Paiva em 11/10/2011 11:28:56
Nasci aqui, antes desse estado ser dividido.Quando foi dividido eu pensava que por ser um estado novo, deveria ter um nome apropriado com o futuro, ou seja ESTADO DO
PANTANAL. Se viajarmos por este Brasil, ou mesmo assistirmos uma televisão, notaremos que quase todas as pessoas que citam esse estado dizem "sempre" mato grosso, chega
ser revoltante. Será que nossos governantes ainda não notaram?
 
reynaldo graziuso jr em 11/10/2011 11:25:35
O melhor nome para o estado será Campo Grande! unindo assim todas as regiões do estado sem questionamento! mas a grande vontade de por o nome de Pantanal e o maior sonho dos petistas e por a sigla PT no estado. melhor que eles fiquem só no sonho. Mai eu vou ser sempre sul mato-grossense, e com orgulho de ser nascido neste lugar maravilhoso.
 
Silas Nunes em 11/10/2011 11:14:55
Há tantas coisas para se preocuparem, do que adianta mudar o nome do Estado sendo que as precaridades de cada cidade ainda vão existir. Isso deveria ter sido resolvido no inicio da divisão e gora que querem resolver isso. Se for mudar há de estudar muito nomes, pois o nome Estado do Pantanal não acho justo, pois a confusão vai ser a mesma, pois tanto MS e MT tem o parte do Pantanal.
 
Danieli Azevedo em 11/10/2011 11:05:15
O nome do Estado não é tão importante quanto sua cultura. Os defensores de alteração de nome argumentam que irá mudar muita coisa, mas na verdade, trará gastos desnecessários com essa alteração, sem que se garanta que mude realmente o "status" que o Estado tem atualmente: o de criador de bovinos, além da agricultura pouco diversificada. MS tem a sua identidade cultural ainda em formação.
 
Paulo Borges Gouveia em 11/10/2011 09:43:49
Na epoca da divisao nao souberam escolher o nome de nosso estado, por isso nos perdemos muito, ate hoje nos grandes centros brasileiro eles falam Mato Grosso, prova disso e o proprio crescimento, na epoca aqui tinha mais habitantes e mais cidades hoje nos somos menores, Mato Grosso tem mais recursos que Mato Grosso do Sul, MT desenvolveu mais, trocar de nome nao sei se seria a solucao, vamos ver..
 
HILARIO SABINO DOS SANTOS JUNIOR em 11/10/2011 09:37:30
Uma sugestão óbvia: Depois de aprovada a mudança de nome que seria Estado de Campo Grande; aqueles que nasceram no Estado antes da aprovação da lei seriam matogrossenses, naturalmente, e os que nascerem depois da nova lei, seriam campograndenses. Tudo muito simples e nada de discussões inócuas.
Carlos.
 
Carlos Aldi em 11/10/2011 09:32:36
SOU BONITENSE,AQUI RECEBEMOS MUITOS VISITANTES COMO DOI QUANDO OUVIMOS VCS SÃO MATO GROSSENSE....
 
herculano benites em 11/10/2011 09:19:45
Com toda a certeza, nos nao temos nada de sul, foi simplesmente dado a revelia da nossa populaçao, com toda a influencia da gauchada que " gonvernava " o nosso pais na epoca, estado do PANTANAL, esse sim, seria o nome correto dado ao nosso estado, em homenagem a todos os ,MATOGROSSENSSES !
 
SILVIO MACIEL em 11/10/2011 09:14:15
A troca de nome vai também ligá-lo ao MATO GROSSO,mas isso se deve a divulgação e investimento, principalmente na parte turística além das pessoas não saber Geografia e História do Brasil. A troca do nome em geral, é sempre devido a ligação que fazem com o PANTANAL, por não saberem que a maior parte dele está localizado em nosso Estado.O mato-grossense-do-sul, muitos não sabem, imaginem os outros.
 
Maria Izildinha Fernandes Remijo em 11/10/2011 08:56:55
Eu sou contra mudar o nome do Estado agora, depois de tanto tempo. Eu já acostumei com Mato Grosso do Sul, ou MS; mas pelo jeito tem gente querendo mudar o nome do Estado para ver se rende uma graninha,né. Querem também arrumar outro assunto para tirar o foco de outros assuntos mais sérios que para os políticos e os comandantes do estado não interessam.
 
Edson Garcia em 11/10/2011 07:52:38
tem que mudar para o estado do pantanal PN. ai o pantanal todo sera aqui no sul.
 
antonio vicente de paula em 11/10/2011 06:37:19
Após 34 anos, alguns políticos querem trocar o nome do estado.
Não conheço alguém que tenha trocado de nome com essa idade.
 
´´Attila Gomes em 11/10/2011 06:17:50
Políticos deMato Grosso do Sul, vão procurar o que fazer.
 
Áttila Gomes em 11/10/2011 06:08:52
Não aprova a mudança aqueles que não conhecem os demais estados do Brasil. Quase 100% das pessoas não falam Mato Grosso do Sul e sim Mato Grosso quando você está em outro estado. Daí a necessidade urgente da mudança de nome, porque acredito que essa confusão deverá piorar com a Copa do Mundo de Futebol em Cuiabá.
 
Paulinho Barbosa em 11/10/2011 06:08:07
ESTADO DO PANTANAL. Para que o mundo inteiro saiba que o pantanal é patrimônio nosso e não da humanidade. Corremos o risco de sermos chamados, em um futuro não muito distante, de Estado da Humanidade...
 
Roberto Costa em 11/10/2011 06:02:56
Qual é, estão me estranhando?
 
Angel Dourado em 11/10/2011 05:42:35
Chega a ser ridícula esta discussão, estão parecendo criança amuada, vamos viver nossa vida em paz:
"deixa que falem,
que digam, que pensam,
deixa isso prá lá,
vem pra cá, o que é que tem,
somos sul-matogrossense
não devemos nada prá ninguém".
Até parece que estamos com inveja dos nossos irmãos, MT cresceu porque a parte que ficou para eles era muito maior. A inveja é uma doença.
 
Angel Dourado em 11/10/2011 05:40:16
Esta polemica de mudar o nome do estado é ridícula , pois a muito onde se gastar verbas públicas para o bem da população sulmatogrossense do que se preocuparem com a mudança do nome estado , já temos nossa identidade , e não pagaremos a conta de gastos desnecessários. Precisamos de investimento em infraestrutura , saneamento básico , saúde , educação e segurança pública. Acordem parlamentares !!
 
João Batista em 11/10/2011 04:22:21
Dizer que mudar o nome do estado vai gerar gastos é um argumento tão fraco e bobo. O desgaste que o atual nome trás é muito maior que qualquer gasto que a mudança possa acarretar.

E quanto a sigla, fosse o nome do estado Pantanal, a sigla seria PN. A sigla de um estado não é escolhida sem critério como foi escolhido o nome do nosso estado. Só seria PT caso já existisse um estado com a sigla PN.
 
Murilo Ferreira Borges Delmondes em 11/10/2011 04:14:52
Seria melhor que Mato Grosso passasse a se chamar Mato Grosso do NORTE.
 
Éliton Costa em 11/10/2011 03:21:59
Trabalho no Posto de Identificação, e apos 34 anos, ainda sofremos com as carteiras de identidade, os requerentes alegam q são 2ªs vias, as vezes até pagam o valor (bem mais caro), pois fizeram aqui. só que no tempo do MT e não MS, temos que contar toda a historia de novo, o estado foi dividido etc...etc... Então já estou para aposentar e deixem para mudar apos minha aposentadoria!!!!
 
Valdecí Batista Santos em 11/10/2011 03:20:32
É Silas Nunes, mas se o estado mudasse o nome para Pantanal, a sigla seria PN (mantendo a lógica que tem todos os estados) e os petistas dariam com os "burros nágua"...
 
Antônio Marcos Alencar em 11/10/2011 02:51:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions