A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

01/06/2016 09:00

Ex-governador é internado ao saber de transferência para presídio federal

Aline dos Santos
Justiça autorizou transferência de ex-governador de Roraima para presídio federal de Campo Grande. (Foto: Alcides Neto)Justiça autorizou transferência de ex-governador de Roraima para presídio federal de Campo Grande. (Foto: Alcides Neto)

Esposo da atual governadora de Roraima, Neudo Ribeiro Campos (PP), que é ex-governador do Estado, foi internado no começo da semana ao saber que seria transferido para um presídio federal. No final da tarde de segunda-feira (dia 30), a Justiça Federal de Mato Grosso do Sul autorizou a inclusão emergencial de Neudo na penitenciária federal de Campo Grande.

Conforme o G1 de Roraima, a defesa informou que ele teve uma crise de ansiedade e ficou abalado ao saber que iria para o regime federal, conhecido pelas regras severas. Inicialmente, a informação era de que o ex-governador iria para a unidade de Porto Velho (Rondônia). Ele foi internado no Hospital Geral de Roraima, em Boa Vista.

De acordo com o MPF (Ministério Público Federal) de Roraima, o ex-governador foi condenado por envolvimento em desvio de verbas públicas no “Escândalo dos Gafanhotos”. O esquema consistia no cadastramento de funcionários “fantasmas” na folha de pagamento do Estado e do DER/RR ( Departamento de Estradas e Rodagem) para distribuição dos salários a deputados estaduais e outras autoridades em troca de apoio político.

Em fevereiro, a Justiça Federal determinou a prisão pela condenação em um dos processo. A decisão chegou a ser suspensa por liminar do TRF1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região).

Recentemente, a 3ª Turma do TRF, julgando o mérito do habeas corpus, revogou a liminar concedida. Neudo Campos foi preso no dia 24 de maio, após se entregar no quartel da Polícia Militar em Roraima.

Campo Grande – A Justiça autorizou a transferência para o presídio federal de Campo Grande por entender que o ex-governador tem utilizado sua estreita proximidade com a chefia do executivo estadual para obstruir o cumprimento de decisões e o trabalho do Ministério Público e da Polícia Federal, tendo até utilizado a estrutura da Polícia Militar do Estado para essa finalidade. O favorecimento incluiu plano de fuga para a Venezuela. Ele é casado com a governadora Suely Campos (PP).

A penitenciária federal tem 208 celas padrão e 12 de RDD (Regime Disciplinar Diferenciado), mas nem todas estão ocupadas. Os presos do sistema penitenciário federal são monitorados por 200 câmeras, têm convivência restrita a 13 pessoas durante as duas horas do banho de sol e ocupam cela individual.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions