A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Agosto de 2017

06/06/2017 06:47

Ex-ministro de Temer e Eduardo Cunha são presos pela Polícia Federal

Priscilla Peres

O ex-ministro do Turismo e ex-deputado federal, Henrique Eduardo Alves (PMDB) foi preso nesta manhã pela Polícia Federal. Além dele, há um novo mandado de prisão para o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB), que já está preso em Curitiba.

Henrique Alves foi ministro do Turismo do presidente Michel Temer (PMDB) e deixou o cargo ao ser envolvido na Operação Lava Jato. Contra ele há mandado de prisão preventiva, ou seja, não há prazo para que seja liberado.

A Operação Manus deflagrada hoje investiga atos de corrupção ativa e passiva e de lavagem de dinheiro na construção da Arena das Dunas, em Natal, no Rio Grande do Norte. O superfaturamento identificado chega a R$ 77 milhões.

De acordo com a PF, a investigação foi aberta após a análise das provas colhidas em várias etapas da Operação Lava Jato “que apontavam solicitação e o efetivo recebimento de vantagens indevidas por dois ex-parlamentares cujas atuações políticas favoreceriam duas grandes construtoras envolvidas na construção do estádio”.

Cerca de 80 policiais cumprem 33 mandados judiciais, sendo cinco de prisão preventiva, seis de condução coercitiva e 22 de busca e apreensão nos estados do Rio Grande do Norte e Paraná.

O nome da operação faz referência ao provérbio latino Manus Manum Fricat, Et Manus Manus Lavat, que significa “uma mão esfrega a outra; uma mão lava a outra”. (Com Estadão e Agência Brasil)

Procuradores da Lava Jato dizem que corrupção é geral e pedem renovação em 2018
Após as revelações que atingem o presidente Michel Temer (PMDB) por supostamente ter dado aval ao dono do Grupo JBS para comprar o silêncio do ex-dep...
Fiscal citado na Lava Jato gostava de 'sumir' em Brasília
Cadê o Milet? – Citado em delação de ex-executivo da Odebrecht e suposto beneficiário de propina, o fiscal tributário José Miguel Milet já enfrentou ...



E ainda tem gente que acha que a deposição da presidenta Dilma não foi golpe.
 
Critico em 06/06/2017 16:27:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions