A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Abril de 2018

12/08/2013 14:14

Ex-presidente de conselho abusa de ironia e tem "amnésia" na CPI

Lidiane Kober e Jéssica Benitez
CPI da Saúde ouvi ex-diretores de hospital (Foto: Jéssica Benitez)CPI da Saúde ouvi ex-diretores de hospital (Foto: Jéssica Benitez)

Presidente do Conselho Curador do HC (Hospital do Câncer) de 2003 a 2011, Luis Felipe Mendes abusou de ironias e teve crise de "amnésia" em depoimento, nesta segunda-feira (12), à CPI da Saúde, instalada na Câmara Municipal para apurar desvio de dinheiro público no HC e no HU (Hospital Universitário).

Ele não lembra nem mesmo quanto recebia do Hospital do Câncer e nem se, enquanto presidente, autorizou empréstimo de R$ 500 mil para aquisição de aparelho de braquiterapia. “Não sei quanto que eu ganho, minha mulher é quem sabe, se vejo que tenho dinheiro na conta, vou gastando”, disse, em tom irônico aos vereadores.

Atualmente, Luis Felipe atua como médico no HC. “Hoje recebo R$ 7 mil bruto e R$ 5 mil líquido, só do Hospital do Câncer. Até o ano passado, não tinha salário fixo, ganhava por produção e não me lembro, em média, quanto recebia”, acrescentou.

Na época de presidente do conselho, ele também dava aulas na UFMS (Universidade Federal e Mato Grosso do Sul) e ainda é sócio de Adalberto Siufi no comando da Neorad, empresa suspeita de irregulares na prestação de serviços para o HC.

Amnésia - Indagado sobre como foi adquirido, em 2008, aparelho de braquiterapia no valor de R$ 500 mil, ele não confirmou empréstimo, como apontou Carlos Coimbra, atual presidente do HC. “Não me lembro do empréstimo”, disse.

Na época, por não dispor de sala especializada, o aparelho ficou encostado no hospital, motivando Adalberto Siufi a reivindicar ao seu sócio a cedência do equipamento. Luis Felipe garantiu que, enquanto presidente, não autorizou o empréstimo.

Coimbra, por sua vez, frisou que precisou acionar o MPE (Ministério Público Estadual) para impedir a manobra. Diante das divergências, a CPI deve reconvocar os dois para realizar acareação. Em 2012, a sala foi viabilizada graças a emenda parlamentar de autoria do senador Delcídio do Amaral (PT) e o aparelho passou a ser utilizado.

Presidência – Luis Felipe disse ainda à CPI que só aceitou presidir o conselho porque “ninguém queria ser presidente”. Ele ainda afirmou que nunca suspeitou de irregularidades na administração do hospital, porque “dentro do conselho só têm pessoas idôneas, como desembargador, coronel, empresário e advogado”.

Apesar de ser o principal responsável pelo conselho, ele reconheceu que não se envolvia em decisões contábeis. “Tinha um contador de confiança, não entendo nada de finanças e o que não tenho conhecimento, não sou rigoroso”, declarou para surpresa dos vereadores.

Pouca verba – Luis Felipe ainda aproveitou para reclamar de falta de verba na saúde. “Uma diária na CTI custa R$ 1,5 mil por dia e o SUS repassa R$ 367. Isso quebra qualquer sistema de saúde”, relatou. “A dívida de R$ 150 milhões da Santa Casa é impagável e é culpa do SUS”, emendou. “O reajuste na tabela do SUS foi de 7%, de 2009 para cá. No mesmo tempo, o salário mínimo foi reajustado 50%”, concluiu.

Insatisfatória – Diante das contradições e esquecimentos do ex-presidente do Conselho Curador do HC, vereadores classificaram a oitiva como “insatisfatória”. “Não tivemos respostas satisfatórias, um fala uma coisa e outro, outra”, comentou o vereador Marcos Alex (PT).

“Não fiquei satisfeito, ambos tiveram oportunidade de trazer informações, mas não o fizeram, por isso, a oitiva ficou prejudicada, porque as respostas foram vazias e o ideal é uma acareação”, reforçou, com o apoio do vereador Cazuza (PP).

Também em tom de ironia, Luis Felipe repetia não conhecer os integrantes da CPI da Saúde. Segundo ele, somente a vereadora Carla Stephanini (PMDB) lhe era familiar.

Ex-secretários municipais e estaduais de saúde vão depor ainda este mês na CPI
Já estão confirmados os depoimentos dos ex-secretários estaduais e municipais de saúde, Beatriz Dolbashi, Leandro Mazina, Ivandro Fonseca e Luiz Henr...
CPI da Saúde convoca ex-presidentes do Conselho Curador do Hospital do Câncer
Entrando na reta final de apuração, a CPI da Saúde da Câmara Municipal de Campo Grande vai ouvir na próxima segunda-feira os ex-presidentes do Consel...
Sem consenso, Câmara discute reforma do Código de Processo Penal
Aprovada no Senado em 2010, a reforma do Código de Processo Penal voltou à discussão na Câmara dos Deputados e pode ser votada na comissão especial a...


Esta CPI não vai dar em nada, pois os próprios vereadores estão com liminar para se manter no cargo kkk, quem vai acreditar neles e muito difícil, todos chegam La e fazem ironia com os nobres vereadores QUE ACREDITA LEVANTA AS MÃOS...
 
Silas Antonio em 13/08/2013 07:56:15
Este é o atual "diagnóstico" ético-moral de nosso País: Sem lei; políticos sem dignidade; gestores da saúde pública, e outras instâncias públicas corruptos; bandidos de toda estirpe protegidos pelos "direitos humanos"; impunidade; institucionalização do roubo, da violência, da corrupção generalizada; da anarquia pública... e, um país em total abandono de valores verdadeiramente humanos. Esta notícia: Ex-presidente de Conselho abusa de ironia e tem "amnésia" na CPI É PROVA CABAL DO DESMANDO MORAL, EM QUE TODAS AS INSTITUIÇÕES DE NOSSO PAÍS SE ENCONTRAM CONTAMINADAS!
 
João Batista Paiva em 13/08/2013 07:44:19
Terrível e odioso ver este profissional da saúde agir com essa cara de pau e só age assim porque tem certeza da impunidade que é vergonhosa neste País...
 
Marcelo Mendes em 12/08/2013 20:53:56
É isso mesmo Alex Moraes, não vai dar em nada, eles fazem oque querem e fica por isso mesmo, movimento só para o povo ver e esquecer.
 
Ronaldo Aranda em 12/08/2013 17:58:06
Quanta soberba nesse indivíduo, desde quando profissão, cargo ou posição social são garantias de idoneidade?
 
Kaio Gleizer em 12/08/2013 16:39:09
Ah! Se este senhor Luiz Felipe estivesse na China, Japão ou Arábia Saudita e agisse assim, como certeza já teria se suicidado.
 
Luis Acordado em 12/08/2013 15:30:54
Mas é uma palhaçada, se esta CPI tivesse alguem com um minimo de dignidade dava voz de prisão para o engraçadinho na hora, por desacato a autoridade, ou pode ficar tirando sarro da cara dos ilustrissimos durante a sessão?
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 12/08/2013 15:05:43
Ele está muito confiante que não vai dar em nada! É a grande chance da Justiça do Estado mostrar sua seriedade!
 
Alex Moraes em 12/08/2013 14:30:16
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions