ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  13    CAMPO GRANDE 31º

Política

Executivo retira projeto que regula aplicativos, após briga em audiência

"Vias de fato", segundo prefeito Marquinhos Trad foi um dos motivos para retirada da proposta, apresentada em maio

Silvia Frias e Jones Mário | 04/07/2019 12:07
Prefeito Marquinhos Trad foi à Câmara para apresentar pacote de obras (Foto: Jones Mário)
Prefeito Marquinhos Trad foi à Câmara para apresentar pacote de obras (Foto: Jones Mário)

Depois da polêmica audiência pública que discutiu a regulamentação do transporte coletivo em Campo Grande, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) retirou o projeto que tratava do serviço e estava em tramitação na Câmara Municipal.

Após o debate realizado na última terça-feira (2), a intenção inicial era que o projeto fosse votado essa semana, mas o prefeito decidiu pela retirada da proposta.

Marquinhos Trad foi à Câmara para lançamento de pacotes de obras esportivas, orçado em R$ 31,4 milhões e, também, para a retirada do projeto que havia sido apresentado em maio deste ano, a segunda tentativa de regular o serviço na Capital.

Segundo o prefeito, a confusão ocorrida na audiência de terça-feira (2), chamado por ele de “altercação”, foi um dos motivos para a retirada da proposta. “Divergências devem existir em todos os pontos da vida, mas a gente não comunga com vias de fato”.

Outro foi alterar ponto específico do projeto, que trata de armazenamento de dados dos profissionais que atuam no serviço, um dos mais criticados pela categoria. Essa mudança também foi pedida pela Comissão de Transporte da Câmara. “Agora, não há prazo para reapresentação do projeto”.

A confusão durante audiência começou depois que motorista de aplicativo disse que a partir da entrada do serviço, a população “não seria roubada como antes”. A frase revoltou taxistas e mototaxistas, que partiram para cima do rapaz.

No bate-boca, o taxista Fernando Augusto foi estapeado e ferido no nariz. A sessão foi suspensa e recomeçou cerca de 15 minutos depois, quando os ânimos estavam mais calmos.

Nos siga no Google Notícias