A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 22 de Julho de 2018

17/08/2017 15:52

Falta concorrência de ônibus no trecho Corumbá-Campo Grande, diz vereador

Paulo Nonato de Souza
Vereador Chicão Viana, de Corumbá, na tribuna da Câmara de Campo Grande, nesta quinta-feira (Foto: Câmara/Divulgação)Vereador Chicão Viana, de Corumbá, na tribuna da Câmara de Campo Grande, nesta quinta-feira (Foto: Câmara/Divulgação)

O vereador Chicão Viana (Solidariedade), de Corumbá, ocupou a tribuna da Câmara Municipal de Campo Grande, nesta quinta-feira, 17, para pedir o engajamento dos seus colegas campo-grandenses na campanha pela redução do preço da passagem de ônibus entre os dois municípios.

“Hoje a passagem custa entre R$ 121 a R$ 141 para rodar 415 km pela empresa Andorinha, a única que nos atende há décadas. Se colocarmos Campo Grande/Presidente Prudente, pela mesma empresa Andorinha, o preço é de R$ 74 a R$ 95”, reclamou ele.

Segundo Chicão Viana, 35 mil corumbaenses vivem na Capital e os que precisam viajar de ônibus para Corumbá sofrem com o preço da passagem de ida e volta, e sua intenção ao trazer a questão para a Câmara de Campo Grande é conquistar apoio para que a sua proposta chegue ao plenário da Assembléia Legislativa e sensibilize o Governo do Estado a abrir concorrência entre empresas no atendimento ao trecho.

“Não é mais possível continuar apenas a Andorinha. O corumbaense quer ter o direito de escolher entre as empresas A, B ou C para fazer a sua viagem de ida e volta entre Corumbá e Campo Grande”, comentou o vereador corumbaense.

O trajeto de 530 km entre Londrina e São Paulo por R$ 70 foi outro exemplo citado por Chicão Viana, como mostra de que está faltando concorrência no trecho Corumbá-Campo Grande.

“O preço de R$ 70 é metade dos R$ 140 cobrados pela Andorinha em um trecho 102 km menor entre Corumbá e Campo Grande. Com base no PIB (Produto Interno Bruto), Corumbá é muito mais pobre do que Londrina e São Paulo. Por que nós temos que pagar essa conta?”, questionou.

Morre em Brasília ex-senador boliviano que se refugiou em Corumbá
O ex-senador boliviano Roger Pinto Molina, que em 2013 se refugiou em um hotel no centro de Corumbá, em Mato Grosso do Sul, morreu na madrugada desta...
Eleições presidenciais já têm cinco candidatos confirmados
No primeiro fim de semana de convenções nacionais, os partidos políticos confirmaram cinco candidatos a presidente da República: Ciro Gomes (PDT), Gu...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions