ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SEXTA  01    CAMPO GRANDE 19º

Política

Felipe Orro diz que PDT não tem intenção de ter cargos de Bernal

Por Leonardo Rocha | 11/11/2013 11:53
Deputada diz que direção estadual descartou fazer parte da administração de Bernal (Foto: Divulgação)
Deputada diz que direção estadual descartou fazer parte da administração de Bernal (Foto: Divulgação)

O deputado estadual Felipe Orro (PDT) afirmou que o seu partido não tem intenção fazer parte da administração do prefeito Alcides Bernal (PP). O PDT foi o primeiro partido a ser convidado pelo secretário de Governo, Pedro Chaves, a participar do conselho político de Bernal.

“A direção estadual do PDT decidiu que não tem interesse em fazer parte da administração em Campo Grande, não quer participar ou ter cargos, esta possível aliança está descartada”, destacou Orro. No entanto, pode apoiar o atual prefeito.

O deputado ainda ponderou que o convite de Chaves feito ao presidente regional do PDT, João Leite Schimidt, para integrar o conselho político não deve ter uma resposta positiva. “Temos que saber que atribuições este conselho terá, quais serão suas prerrogativas”.

Orro fez questão de mencionar que o objetivo do PDT é ajudar a prefeitura de Campo Grande em projetos e ações importantes para Capital, mas sem qualquer vínculo. “Estaremos a disposição para contribuir com a cidade, pode contar conosco”, explicou.

Articulação – No dia em que recebeu o convite, na última quarta-feira (6), Schimidt destacou que Chaves era um homem “extraordinário” e “grande empreendedor”, mas que entrou em uma “hora dificílima” para aumentar a base do prefeito e que na última eleição eles estiveram em palanques diferentes.

O presidente regional destacou que o grande erro de Bernal foi querer governador de forma solitária. “Tinha que fazer concessões e não fez. Chegou ao governo sem base política. Tinha que conversar”, ponderou.

(matéria editada às 14h40 para alteração)

Nos siga no Google Notícias