A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

16/03/2011 11:50

Frente do Agronegócio em MS quer 1,5 bi em indenização a produtores após perdas

Angela Kempfer e Ítalo Milhomen

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul criou na manhã de hoje a Frente Parlamentar do Agronegócio, na tentativa de fazer vingar projetos que beneficiem produtores prejudicados pelas chuvas no Estado.

Dezoito parlamentares integram o grupo. Na tarde de hoje, reunião vai definir qual deputado assumirá a presidência. A frente foi criada no ano passado, mas até agora não havia sido implantada.

Mesmo sem essas definições, o grupo já tem algumas metas definidas. Os deputados defendem decreto de calamidade que abrange 18 municípios que tiveram prejuízos na produção.

Famasul, sindicatos rurais e universidades devem fazer estudos para verificar o impacto em cada região e os números nas lavouras que tiveram perdas.

A frente também vai articular com bancada federal o perdão das dívidas de produtores que perderam a safra e indenização no valor de R$ 1,5 bilhão por perdas no custeio, como gasto com as sementes.

Desse valor, 17% seriam repassados ao Estado como ICMS que deixará de ser recolhido porque a safra não será comercializada.

O montante chegaria a 255 milhões, dos quais 25% iriam para os municípios, como repasse regular.

A frente também quer mobilização por um novo modelo de seguro rural, com juros mais baixos que os praticados hoje no mercado, que ficam entre 10 e 12%. O percentual defendido é de 1,8% ao ano.

Segundo o deputado Paulo Correa (PR), os três municípios mais afetados na produção foram Sidrolândia, Rio Brilhante e Bandeirantes.

A soja foi a maior afetada, mas também há comprometimento em aviários e risco na safra de milho.



Estou pagando pra ver se vai ter dinheiro para socorrer nossos produtores de alimentos, pois no governo anterior o "TODO PODEROSO" promoveu uma gastança "nunca antes vista na história deste país" e a conta sobrou pra nós, contribuintes, e pra sua sucessora. Toma, Dilma, que o abacaxi é seu!!! Que herança maldita!!! Povo sem cultura e sem esclarecimento dá nisso!!! ACORDA BRASIL!!!
 
EDWAR DE OLIVEIRA em 16/03/2011 02:23:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions