A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

10/11/2014 16:52

Governador confirma dois secretários e titular da Sejusp deve sair do MPE

Edivaldo Bitencourt e Ludyney Moura
Rose vai comandar a área de assistência social do novo governo (Foto: Alcides Neto)Rose vai comandar a área de assistência social do novo governo (Foto: Alcides Neto)

O governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) confirmou os dois primeiros secretários da sua administração. Ele não quis confirmar outros nomes, como o de Edney Marcelo Maglioli, na Secretaria Estadual de Obras. “Está tendo muita especulação”, afirmou, sobre os nomes já divulgados. O titular da Sejusp (Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública) deve sair dos quadros do Ministério Público. 

No entanto, ele confirmou que a vereadora e vice-governadora eleita, Rose Modesto, do PSDB, vai para a Setas (Secretaria Estadual de Trabalho e Assistência Social). Também confirmou o nome do presidente da Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Eduardo Riedel, que vai comandar a Casa Civil.

Os dois nomes foram antecipados na sexta-feira pelo Campo Grande News. O portal também antecipou que a diretora do Departamento de Produção Habitacional do Ministério das Cidades, Maria do Carmo Avesani.

A nova administração também poderá contar com o ex-prefeito de Jardim, presidente regional do PSDB, deputado estadual e deputado federal eleito Márcio Monteiro, cotado para assumir a Secretaria Estadual de Fazenda.

O chefe de Gabinete de Reinaldo, Sérgio de Paula, também é cotado para integrar o primeiro escalão. O presidente regional do PPS, ex-vereador Athayde Nery, e Carlos Alberto Assis, do PSDB, também são cotados para integrar o primeiro escalão.

O novo secretário estadual de Justiça e Segurança Pública deve vir dos quadros do MPE (Ministério Público Estadual). Azambuja tem confidenciado a aliados que planeja indicar um dos integrantes do órgão para o cargo ocupada pelo delegado da Polícia Federal, Wantuir Jacini.

Técnica de ministério pode ser novidade no secretariado de Reinaldo
O governador eleito Reinaldo Azambuja (PSDB) vai fazer o anúncio oficial só em dezembro, mas o secretariado já começa a ser definido. O Campo Grande ...
Juiz Sérgio Moro nega suspensão de segundo interrogatório de Lula
O juiz federal Sérgio Moro negou nesta sexta-feira, 18, o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para adiar seu interrogatório m...



Já estou me arrependendo de votar em sua pessoa Governador. Todos sabem que esses membros do Ministério Público pouco fazem pelo que ganham. A segurança Pública vem sendo administrada com incompetência faz muitos anos. Como órgão fiscalizador, o MPE aceita que se gaste um montante de R$ 106.000.000,00 (milhões) num abrigo para peixinhos e apenas R$ 6.000.000,00 (milhões) em compras de viaturas para prover segurança. Não foi para conchavar com esses órgãos que depositei meu voto em sua pessoa. Precisamos de um secretário que pare com essa mesmice do Japão (Polícia Comunitária). Queremos inovação e não continuísmo. Por exemplo, não consigo entender como os nobres membros do MP encaram como normal os repasses ao Poder Judiciário para custear, entre outros, cafezinhos, lanchinhos e festinhas.
 
TOYOSHI SATO em 10/11/2014 17:20:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions