A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

22/02/2011 12:30

Governador destaca eficiência de operações da Cigcoe

Fabiano Arruda

Puccinelli entregou hoje reforma do prédio e novo armamento à companhia

Governador diz que política de Segurança Pública é prioritária em seu governo. (Foto: João Garrigó)Governador diz que política de Segurança Pública é prioritária em seu governo. (Foto: João Garrigó)

Durante a entrega da reforma do prédio da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações especiais), nesta manhã, em Campo Grande, o governador André Puccinelli (PMDB) elogiou a eficiência das ações da tropa de elite da Polícia Militar no Estado.

Na reforma, o Estado investiu R$ 264 mil com recursos próprios.

“A Cigcoe é muito importante para Mato Grosso do Sul no gerenciamento de crises, sempre com soluções pacíficas, principalmente, em conflitos indígenas”, disse.

“Todas as vezes que tivemos que utilizar a Cigcoe eles atuaram a contento, sem vítimas, sem problemas maiores. No nosso governo, a segurança pública, como a educação e a saúde foi escolhida para ser prioridade”, completou Puccinelli.

O chefe do Executivo Estadual destacou ainda investimentos em pessoal, viaturas, armas e equipamentos, além da incorporação de 2,7 mil agentes de segurança nas polícias, bombeiros, perícia, e sistema penitenciário.

“Dando condições de mais recursos humanos e instrumentais, queremos ter uma segurança cada vez mais evoluída e que nos traga não só a sensação de segurança, mas uma segurança efetiva, conseguida pela redução dos crimes, com metas, pela nossa própria atuação”, disse André.

Reforma - O prédio da Cigcoe recebeu pintura geral, urbanização e revisão de toda a cobertura do telhado. Além disso, foram reformados todos os banheiros e ampliados os alojamentos (femininos, de praças e oficiais).

A obra também contemplou a adequação de espaços para instalar o grêmio recreativo da unidade e para o funcionamento de academia de ginástica, inclusive com piso de absorção de impacto. A guarita recebeu reforma geral e foi construído ainda alambrado de proteção no perímetro do prédio.

De acordo com o capitão da Cigcoe, Wagner Ferreira da Silva, o estacionamento ganhou proteção de tendas para as viaturas. O acesso geral à unidade será pela Avenida do Poeta, enquanto que para as viaturas, será na Avenida Afonso Pena.

Companhia também recebeu novo armamento nesta terça.Companhia também recebeu novo armamento nesta terça.

“Esta reforma traz comodidade para o policial e espaço adequado para guardar os equipamentos. O prédio é do ano de 1994 e não tinha recebido manutenção corretiva”, informou.

O capitão Wagner Silva destaca também a reforma completa do canil que ganhou 19 boxes amplos.

“O canil foi construído porque antes era adaptado. Os cães terão espaço com área coberta e para tomar banho de sol. Esta reforma dará qualidade na saúde do animal e facilidade na limpeza e manutenção”, explica.

A obra também adequou o espaço para sala de veterinários e sala para ração de animais.

O major Massilon da Silva Neto, comandante da Cigcoe, agradeceu o empenho do governador na reforma. “O prédio tinha goteiras. Tínhamos muitas demandas, que foram atendidas”, afirmou.

Armamento - Durante a cerimônia de entrega, o governo entregou também diversos equipamentos para os policiais.

A Cigcoe recebeu do Ministério da Justiça 20 carabinas MD-97, 20 pistolas MD-5, coletes, capacetes balísticos e lanternas.

“Os armamentos se somam aos investimentos do governo do Estado e dão uma capacidade defensiva maior para os nossos policiais”, afirmou o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini.

Segundo o subcomandante Marcos Paulo, o armamento é cedido em contrapartida à cedência de efetivo de policiais militares do estado para a Força Nacional.

De acordo com o capitão, os policiais designados a integrarem a Força Nacional são cedidos por um período mínimo de 13 meses e voltam ainda mais capacitados para atuar na Polícia Militar.

Cigcoe - Com policiais treinados e capacitados para lidar com ocorrências de alto risco, a Cigcoe trabalha em situações específicas como as que envolvem reféns, operações de combate ao tráfico de drogas, patrulhamento onde há maior índice de violência, reintegração de posse, intervenções em unidades prisionais, desobstrução de vias, ameaças de bombas, entre outros.

A Companhia conta com quatro pelotões especializados para cada tipo de situação: a Rotac, que efetiva o patrulhamento em áreas de violência; o Choque, que atua em casos de rebeliões; o GAT, de ações táticas especiais, que lida com ocorrências onde há reféns ou bombas; e a ROCA, onde atuam cães (das raças labrador, rottweiler, pastor alemão e pastor belga) que são treinados desde filhotes para combater o crime.

(Com informações do site de notícias do Governo)

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


A Cigcoe nao ia se chamar BOPE ???
 
Ramón Valdez em 22/02/2011 01:37:55
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions