A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

30/08/2015 17:13

Governador quer pacto com a União para indenizar terras em áreas de conflito

Priscilla Peres
Governador falou sobre conflito durante participação na Caravana da Saúde. (Foto: Chico Ribeiro/ Notícias MS)Governador falou sobre conflito durante participação na Caravana da Saúde. (Foto: Chico Ribeiro/ Notícias MS)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB), disse hoje que quer um pacto com o governo Federal para indenizar terra nua e benfeitorias e assim, por fim a disputa por terra em Mato Grosso do Sul. A tensão entre fazendeiros e indígenas acontece há anos, mas em Antônio João se intensificou há uma semana, após novas ocupações.

Disse ainda que os secretários de Segurança e Governo estão acompanhando de perto o andamento da situação e que ontem, conseguiu que a União liberasse a ida do Exército até o local. O governador recorreu a bancada federal para agilizar a liberação das tropas militares.

"Eles (Exército) vão para lá, criar uma área de proteção, mas a solução definitiva depende daquilo que você sabe, precisa indenizar. A União e o governo do Estado titular essas terras, e se titular terra que pertence aos indígenas, cabe ao estado tomar providências", disse.

O governador, durante a Caravana da Saúde em Nova Andradina, ainda disse que ontem conversou com ministros federais e disse que é preciso um pacto para indenizar a terra nua e as benfeitorias, algo muito pedido pelos proprietários rurais. "Eles se colocaram muito simpáticos, mas nesse momento precisamos de ação".

Sobre os militares na fronteira, Reinaldo disse que ainda hoje se reuniria com o comando do CMO (Comando Militar do Oeste) para definir as ações. "Temos que resolver no diálogo e não na força".



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions