A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 23 de Março de 2019

23/01/2019 14:52

Governador vai a Brasília para reunião do Consórcio Brasil Central

Agenda, que começa amanhã, inclui também encontros com os ministros do governo Jair Bolsonaro

Mayara Bueno
Governador do Estado, Reinaldo Azambuja, durante entrevista à imprensa. (Foto: Chico Ribeiro/Governo do Estado).Governador do Estado, Reinaldo Azambuja, durante entrevista à imprensa. (Foto: Chico Ribeiro/Governo do Estado).

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), se reúne com os chefes dos Executivos estaduais que formam o Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central, a partir das 9 horas da quinta-feira (dia 23), em Brasília.

Segundo a assessoria do governo, Reinaldo viaja esta noite para a capital federal, onde permanece até sexta-feira (dia 25). Como havia adiantado há dois dias, o chefe do Executivo estadual tem extensa agenda.

A assembleia geral do grupo de governadores definirá as metas de 2019, além de eleger o novo presidente do colegiado. Está prevista a participação de todos os membros do consórcio: Ibaneis Rocha (Distrito Federal), Ronaldo Caiado (Goiás), Mauro Mendes (Mato Grosso), Reinaldo Azambuja, Marcos Rocha (Rondônia), Mauro Carlesse (Tocantins) e Flávio Dino (Maranhão).

Os governadores também vão indicar secretários estaduais para o Conselho Administrativo do Consórcio. Na pauta de discussão estão pautas sobre mercado comum do Brasil Central; desenvolvimento integrado; competitividade; produtividade; infraestrutura; logística e transportes. O Brasil Central foi formado em 2015 e tem o objetivo de fomentar o crescimento individual e regional dos estados participantes.

O novo presidente do bloco assumirá vaga que foi ocupada pelo então governador Pedro Taques, de Mato Grosso. Antes dele, o representante de Goiás, Marconi Perillo, liderou o Consórcio.

Reuniões – Na tarde de quinta-feira, após o encontro dos governadores, Reinaldo vai se reunir com o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, com quem deve tratar de assuntos políticos. Em seguida, se encontra com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Freitas, para tratar sobre ferrovia e portos.

O governador vai conversar com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, para combinar a entrega dos equipamentos dos hospitais regionais que serão inaugurados até 2020 em Dourados e Três Lagoas.

Durante agenda com o presidente da Câmara Federal, deputado Rodrigo Maia (DEM/RJ), na Capital, o governador de MS disse sobre os encontros em Brasília, citando, ainda, que vai ao Tesouro Nacional para buscar limite de crédito para obras de estrutura, como Terminal Intermodal.

Com a ministra da Agricultura, Tereza Cristina (DEM-MS), tratará de assuntos ligados ao agronegócio. Ainda não divulgada, a agenda em Brasília continua na sexta-feira.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions