ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 19º

Política

Governo enviará termos de convênio aos municípios nesta terça-feira

Cada prefeito terá o prazo de dois meses para elencar suas prioridades ao programa MS Ativo: Municipalismo

Por Gustavo Bonotto e Fernanda Palheta | 22/04/2024 20:49
O governador sul-mato-grossense, Eduardo Riedel (PSDB), durante a apresentação do programa MS Ativo: Municipalismo. (Foto: Juliano Almeida)
O governador sul-mato-grossense, Eduardo Riedel (PSDB), durante a apresentação do programa MS Ativo: Municipalismo. (Foto: Juliano Almeida)

O Governo do Estado inicia, nesta terça-feira (23), o envio de termos de convênio aos municípios interessados em integrar o programa de investimentos voltado ao desenvolvimento no interior, o MS Ativo: Municipalismo. De acordo com o cronograma, cada gestor municipal terá o prazo de dois meses para elencar suas prioridades e, assim, iniciar.

Em fases, a iniciativa busca ouvir as demandas e prioridades dos municípios, prefeitos, vereadores e secretários para definir o que pode ser feito por meio de convênios ou ação direta da administração estadual para desenvolver programas de educação, saúde e assistência social. Por fim, gerir a assinatura de contratos de políticas públicas de serviços.

Na apresentação, em Campo Grande, o governador Eduardo Riedel (PSDB) destacou que a grande novidade deste plano de ação abrirá caminhos para a interlocução e, assim, acentuar a colaboração entre governo e as prefeituras.

Considerada complexa, a iniciativa demanda a compreensão da situação de cada cidade. "Os municípios estão em momentos diferentes. Ribas do Rio Pardo, por exemplo, vive um momento agressivo de muitos investimentos com a chegada de 10 mil trabalhadores. Difere das necessidades de outras cidades já estabilizadas", pontuou Riedel.

Ainda segundo o gestor tucano, o programa busca interagir em várias frentes, como na atenção primária à saúde e também na educação. "O mesmo usuário que precisa de atendimento em uma unidade básica também vai até o hospital. Isso é uma sobrecarga que pode ser controlada com a ampliação do horário de atendimento nas unidades. Quando o trabalhador termina seu expediente e vai pra casa, a unidade mais perto está fechada, e assim ele se encaminha ao hospital onde aumenta a demanda".

O plano, no entanto, terá monitoramento constante. Os indicadores serão utilizados para a orientação de políticas públicas. "Estamos nos colocando como parceiros dos municípios, para ir além das obras", discursou o governador.

Riedel afirmou ainda que questões políticas foram deixadas de lado para que todas as cidades fossem contempladas com os recursos que precisam para investimento em infraestrutura. O governador afirma que a “maturidade política” que a administração estadual alcançou permite que o Estado avance focado nas pessoas.

As melhorias vão desde um asfalto até a construção de pontes, para garantir a qualidade de vida nas cidades. Desde 22 de janeiro, Riedel tem recebido todos os prefeitos do Estado na governadoria para traçar o planejamento deste ano. Três meses após uma série de encontros, o resultado foi anunciado nesta segunda-feira.

Parte do que será apresentado já foi divulgado pela própria equipe do governo, após cada reunião. Dentre as melhorias, o destaque fica para a pavimentação em todos os municípios. Ao menos uma rua em cada uma das 79 cidades será asfaltada neste ano.

Receba as principais notícias do Estado no WhatsApp. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nas redes sociais: Facebook, Instagram e TikTok

Nos siga no Google Notícias