A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/04/2014 17:51

Grazielle Machado já admite integrar base de apoio de Gilmar Olarte

Josemil Arruda
Grazielle vê com bons olhos o que está sendo feito na cidade (Foto: arquivo)Grazielle vê com "bons olhos" o que está sendo feito na cidade (Foto: arquivo)

Por avaliar que a administração municipal de Campo Grande está retomando o progresso da cidade, a vereadora Grazielle Machado (PR) já admite integrar a base de apoio do prefeito Gilmar Olarte (PP). Até a semana passada, ela se dizia “independente” na Câmara.

“Está bem propício para ser base de apoio ao prefeito. Vejo com bons olhos o que está sendo feito na cidade. Percebo a forma evolutiva do prefeito Gilmar”, afirmou a vereadora republicana.

Questionada se o apoio a Olarte será dado mesmo que o PR não ocupe cargo na administração municipal, já que considera que foi pessoal a escolha do republicano Jamal Salém para a chefia da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), Grazielle respondeu afirmativamente. “Mesmo sem ocupar cargo na administração”, declarou.

Apesar dessa mudança de posição, Grazielle garantiu que vai continuar cumprindo o papel de fiscalização. “No nosso mandato à frente da Comissão de Finanças da Câmara sabemos que vamos podemos contribuir bastante, mas nosso olhar fiscalizador vai continuar”, avisou.

Grazielle Machado foi um dos 23 vereadores que aprovaram a cassação do prefeito Alcides Bernal (PP) no dia 12 de março passado. Com ela, apoiando Olarte, a base de apoio do novo prefeito fica efetivamente com 23 dos 29 integrantes da Câmara.

Os três vereadores do PT adotaram, por enquanto, posição de "independência", apesar de um petista, Semy Ferraz, continuar à frente da Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação (Seintrha). A oposição está restrita aos vereadores Paulo Pedra (PDT), Derly dos Reis, o Cazuza (PP), e Luiza Ribeiro (PPS).

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions