A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

17/03/2014 15:07

PT descarta fazer oposição e será “independente” em relação Olarte

Edivaldo Bitencourt e Kleber Clajus
Gildo e Paulo Duarte, presidente regional do PT, falam sobre resultado de reunião (Foto: Kleber Clajus)Gildo e Paulo Duarte, presidente regional do PT, falam sobre resultado de reunião (Foto: Kleber Clajus)

O PT decidiu, em reunião realizada por três horas nesta segunda-feira, não fazer oposição, mas ficar independente em relação ao prefeito Gilmar Olarte (PP). Apesar da votação ter sido unânime contra a cassação do mandato de Alcides Bernal (PP), os petistas descartam fazer oposição a nova administração municipal.

“Fomos fieis ao projeto do Bernal até o fim”, afirmou o presidente municipal do partido, Gildo Oliveira. Contudo, após o afastamento do progressista, os petistas não vão aderir à base aliada de Olarte, que já conta com 23 dos 29 vereadores na Câmara Municipal.

Na reunião, que teve a presença dos três vereadores petistas (Zeca do PT, Ayrton Araújo e Marcos Alex – que será substituída por Thaís Helena), o PT decidiu manter o diálogo com o novo gestor do município.

Eles também consideram que o engenheiro civil Semy Ferraz, que continua na Secretaria Municipal de Infraestrutura, Transporte e Habitação, é uma indicação técnica e não do partido, apesar dele ser petista histórico.

“O PT ajudou a eleger os dois”, destacou Gildo, após a reunião no escritório político do senador Delcídio do Amaral (PT).

Nesta segunda-feira, o diretório municipal do PT participa de uma reunião, às 18h, para tratar sobre uma possível aliança com o novo prefeito. Segundo Gildo, o objetivo é fazer um alinhamento interno para depois anunciar se o partido irá apoiar ou não Olarte na Câmara Municipal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions