A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Agosto de 2017

23/06/2014 09:04

Grupo articula candidatura própria do PTB e Bernal para o Senado

Leonardo Rocha e Kleber Clajus
Aluízio Borges seria a opção ao governo em candidatura própria do PTB (Foto: Divulgação)Aluízio Borges seria a opção ao governo em candidatura própria do PTB (Foto: Divulgação)
Bernal confirma a possibilidade de ser candidato ao Senado em chapa com PTB (Foto: Arquivo)Bernal confirma a possibilidade de ser candidato ao Senado em chapa com PTB (Foto: Arquivo)

Lideranças estaduais do PTB estão articulando o lançamento de candidatura própria nesta eleição, tendo Aluízio Borges como candidato ao governo e o ex-prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP) como opção para o Senado. Os filiados do PTB irão decidir sobre esta possibilidade, amanhã (24), na convenção do partido, a partir das 9h.

Este grupo formado por Aluízio Borges e Paulo Estevão, candidato a vice, tiveram que dormir no diretório estadual do PTB, do sábado (21) para o domingo (22), para que pudessem registrar a possibilidade de candidatura própria na legenda. A presidência da legenda prefere o apoio à candidatura do senador Delcídio do Amaral (PT), com indicação de candidatos na eleição proporcional.

“Ficamos lá na sede para garantir que nossa proposta fosse votada na convenção, nós acreditamos que o PTB é um partido forte e precisa estar na disputa majoritária, além do fato que esta aliança com o PP vai nos permitir eleger ao menos um deputado estadual e outro federal”, ressaltou Aluízio Borges.

Segundo ele, o partido já teve boas opções neste cenário político, como possível indicação ao Senado na chapa com o PT e até vice na coligação do PSDB. “Só disputar na proporcional para nós é pouco, sabemos que a maioria (filiados) prefere a aliança com o PT, mas vamos mostrar na convenção que nosso opção é melhor, vamos reverter esta situação”, apontou ele.

Aliança – Sobre a possível participação de Bernal, Borges ponderou que fica a cargo do PP fazer sua indicação e que o ex-prefeito é o principal nome do partido no Estado. “Na convenção deles, vai ser discutido e indicado o nome para nós”.

Bernal confirmou a possibilidade de ser candidato ao Senado na chapa com o PTB. Ele também ressaltou que o fato de disputar este cargo não quer dizer que vai abrir mão de retormar o mandato como prefeito da Capital, no qual continua buscando na justiça o seu retorno após a cassação.

No entanto, o ex-prefeito teve os direitos políticos cassados e poderá ir para a disputa sub judice e até aparecer no horário eleitoral para criticar os adversários.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions