A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

15/09/2011 18:37

Industrialização de Aparecida do Taboado é debatida em audiência pública

Edmir Conceição*

Audiência contou com a participação de mais de 80 pessoas, que discutiram o “boom industrial” do município e as principais necessidades.

Mesa que coordenou audiência sobre industrialização de Aparecida do Taboado. (Foto: Divulgação)Mesa que coordenou audiência sobre industrialização de Aparecida do Taboado. (Foto: Divulgação)

Crescimento industrial acelerado, falta de mão de obra qualificada e investimentos na infra-estrutura foram alguns dos assuntos discutidos durante audiência pública proposta pelo deputado estadual Paulo Corrêa com o tema “A Industrialização em Aparecida do Taboado”.

O município, que fica localizado na região Leste do Estado, mais conhecida como região do Bolsão, registrou nos últimos dez anos um crescimento acelerado do setor industrial e um aumento populacional de 47%, o que deixa Aparecida do Taboado na 4ª colocação entre as cidades mais industrializadas do de Mato Grosso do Sul.

Para o deputado estadual Paulo Corrêa, 1º Secretário da Casa de Leis, os dados mostram a necessidade de investimentos na região, que hoje produz matéria prima para outros setores da economia nacional. “Há vinte dias eu e o Sergio Longen estivemos na fundação da Associação Industrial de Aparecida do Taboado, ocasião em que os empresários apresentaram uma pauta reivindicações que vamos levar ao conhecimento do governo do Estado. As empresas precisam de ajuda para capacitar os funcionários e é necessário construção de uma rotatória, uma ciclovia, além de acesso asfaltado para as indústrias”, explicou o parlamentar.

O presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul, Sérgio Longen, falou do desenvolvimento do município e ressaltou o apoio oferecido pela Federação a todos os empresários que queiram se instalar no Estado. “A industrialização de Aparecida do Taboado e mais que um avanço neste processo que vem se consolidando em todo o Estado. Nós assumimos a Federação há quatro anos e temos procurado identificar as potencialidades de cada município e construir ações que fortaleçam o setor industrial”, disse.

O presidente da Câmara Municipal de Aparecida do Taboado, Mauro Sampaio, explicou a cidade passa por uma etapa importantíssima e por isso precisa de apoio para atender a demanda do mercado. “Aparecida do Taboado está em uma fase de desenvolvimento fantástica, mas precisávamos dessa mobilização dos empresários, que mostraram o que querem. Juntando forças com a classe política o desenvolvimento vai acontecer”, afirmou.

Segundo a Associação Industrial de Aparecida do Taboaodo (AIAT), pelo menos 78 indústrias de diversos segmentos estão instaladas na cidade, produzindo alumínio, colchões, alimentos, brinquedos, calçados, roupas, couro ecológico, embalagens, transformadores, peças automobilísticas e álcool, entre outros produtos. Para a secretária de Estado de Desenvolvimento Agrário, Produção, Comércio, Indústria e Turismo, Tereza Cristina Corrêa, isso mostra que o município está crescendo em ritmo acelerado e precisa se preparar para o futuro,

“Aparecida do Taboado vai ser o grande entroncamento logístico da região leste do Mato Grosso do Sul e tem um futuro importantíssimo no nosso Estado. Por lá já passa a Ferronorte e o governador André Puccinelli, em conjunto com a bancada federal, está trabalhando para fazer com que a Norte-sul entre por Mato Grosso do Sul passando por toda esta costa leste e o entroncamento destas duas ferrovias será em Aparecida do Taboado. Eu acredito que o município é o lugar certo para se investir, tem um potencial muito grande e precisa se preparar para este desenvolvimento” pontuou a secretária.

O presidente da AIAT, Fabrício Lalucci Pereira, agradeceu o deputado Paulo Corrêa e pontuou as principais necessidades da região. “Nós estamos buscando a melhoria da indústria local e precisamos de pouca coisa, como capacitação de mão de obra, o asfalto, porque no período de chuva os ônibus não chegam à porta da indústria. Além disso, algumas indústrias estão prontas para investir, mas a captação de água está difícil. A ciclovia é uma coisa que está sendo reivindicada há doze anos. Então é hora da gente se organizar e fazer mais um pouquinho” ressaltou.

No encerramento da audiência Corrêa reafirmou que todos os problemas e solicitações apresentados pelas indústrias, governo municipal e trabalhadores de Aparecida do Taboado serão encaminhadas ao governo do Estado e às secretárias. “Elaboramos uma ata contendo todas as melhorias que o município precisa e vamos fazer parceria para alcançar os resultados esperados. Já temos o apoio do Governador Estado, dos deputados federais e senadores” finalizou Paulo Corrêa.

Estiveram presentes também na Audiência Pública o diretor regional do Serviço de Aprendizagem Industrial (SENAI), Jaime Verruck, a secretária adjunta de Estado de Obras Públicas, Maria Wilma Casanova Rosa, que no ato representou o secretário Wilson Cabral Tavares, os deputados estaduais Antonio Carlos Arroyo e Junior Mochi, o prefeito de Aparecida do Taobado, André Alves Ferreira, assessor do Senador Antonio Russo, Walmir Ferreira Rocha, vereadores e secretários do município.

Aparecida do Taboado vai receber unidade do Centro Integrado SESI/SENAI

Resultado da audiência Pública realizada no tarde desta quarta-feira (14/08), na Assembléia Legislativa de Mato Grosso do Sul, por proposição do deputado Paulo Corrêa, o presidente da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul, Sérgio Longen, afirmou que vai construir em Aparecida do Taboado uma unidade do Centro Integrado SESI/SENAI, que realiza ações voltadas para educação, qualificação profissional, pesquisa e desenvolvimento tecnológico.

A escola, apontada como uma das principais necessidades para atender aos industriários da região, será construída em um terreno doado pela prefeitura do município. “Em visita à Aparecida do Taboado fizemos uma pesquisa e chegamos a conclusão que ali seria possível construir um centro integrado SESI/SENAI”, afirmou Sérgio Logen.

Já o presidente da Associação Industrial de Aparecida do Taboado (AIAT), disse que a unidade é um grande passo, já que a qualificação profissional é a principal necessidade das indústrias da região. “Necessitamos do empenho e da colaboração de todos. Esse passo que o deputado Paulo Corrêa e Fiems derem é muito importante”, pontuou.

O prefeito de Aparecida do Taboado, André Alves Ferreira, agradeceu a Fiems pelo pronto atendimento. “Quando se instala uma indústria na nossa cidade chegam novos moradores, crescendo a demanda de serviços, e temos nos esforçado para atender essa demanda de serviços. Durante a visita do presidente da Fiems e do deputado Paulo Corrêa ao município solicitamos a instalação de uma unidade SESI/SENAI para resolver um problema crônico, a necessidade demão de obra qualificada, e fomos atendidos”, finalizou.

Infraestrutura- Outros problemas apontados pelos empresários e - trabalhadores da região de Aparecida do Taboado é a falta de uma ciclovia, rotária e pavimentação na área próxima ao parque industrial da cidade. Frente às solicitações, o engenheiro da Secretária de Obras do Estado, José Robson Almeida, afirmou durante a audiência que ainda este mês vai iniciar a elaboração de projetos voltados para a melhora da infraestrutura do município.

“O deputado federal Edson Giroto determinou que eu fizesse alguns projetos e no máximo em trinta dias estarei levando um funcionário da Secretária de Obras do Estado para começar a levantar os projetos de acordo com as reivindicações aqui solicitadas”, ressaltou.

(*) Com informações de Edilene Borges

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


Muito bom melhorar a infrestrutura de nossa cidade, fazer ciclovias e capacitar pessoas para as industrias aqui residentes, mas o que está sendo feito para mitigar os impactos ambientais causados pelo crescimento da população e pelas industrias de um modo geral ?
 
Junio Freitas em 04/10/2012 19:34:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions