A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/02/2011 15:00

Blog revela documento com "delação premiada" de Passaia na operação Uragano

Ítalo Milhomem
(Imagem: Blog do Valfrido Silva) (Imagem: Blog do Valfrido Silva)

O blog do jornalista de Dourados, Valfrido Silva, trouxe novamente à tona indícios do envolvimento do jornalista Eleandro Passaia com a organização criminosa desmantelada na operção “Uragano”. Ao apresentar documento de “delação premiada”, do ex-secretário de governo de Dourados, ele mostra entrevista com o homem que seria o "verdadeiro herói" do caso.

O documento datado do dia 26 de julho de 2010, quase dois meses após o início das investigações, traz os termos que o acusado, Eleandro Passaia aceitou para contribuir com as investigações, como: diminuição da pena de restrição de liberdade de 1/3 a 2/3 terços da pena, cumprimeto em regime aberto, substituição de pena privativa de liberdade por restritiva de direitos ou até mesmo o perdão judicial.

Passaia foi considerado um herói por ter sido o “agente infiltrado” da Polícia Federal na quadrilha que desviava recursos públicos de Dourados, desmantelada pela Polícia Federal no início de setembro do ano passado.

O início da operação “Uragano” - A operação prendeu 28 pessoas e teve 60 indiciados por desvios de recursos públicos do município nasceu de uma simples denúncia do jornalista, Valfrido Silva sobre superfaturamento nas operações tapa-buracos, segundo documentos também repassados ao Campo Grande News.

Após a revelação feita em seu blog no dia 24 de maio, em que demonstrou por meio de documentos de superfaturamentos nos valores da notas a serem pagas pela prefeitura em até 40% para conseguir o “retorno” para propinas, começaram as investigações.

No dia seguinte da publicação da matéria, houve vários debates na Câmara e até então vereadora, Délia Razuk (PMDB), enviou a cópia das notas fiscais adulteradas ao promotor de justiça, Paulo Cezar Zeni, para que as denúncias fossem averiguadas.

Cansado de adulterar as medições de asfalto, Alexandre Silva de Assis, o verdadeiro "herói" desta história foi demitido da empreiteira encarregada dos serviços tapa-buracos em Dourados, com a alegação que ele não teria condições de saúde para permanecer na empresa, depois que ficou alguns dias afastado para tratamento de saúde.

As investigações pela Polícia Federal só iniciaram no dia primeiro de junho, quando, Assis, ex-funcionário da empresa responsável pela operação tapa buracos procurou espontaneamente a polícia para deletar todo o esquema.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


Não tem culpado nem inocentes, são todos cumplices.
 
Tonhão Alves em 07/03/2011 10:20:29
Chafurdava junto, no lamaçal do "ARTUZI" e depois de aceitar acordo de delação premiada posou de "SANTO E HERÓI," na hora do (pega prá capar). Mas a policia federal não é boba, não demora e veremos aí o "PULO DO GATO" em cima deste individuo, pois tenho certeza que por mais que pensem que parou por aí, ainda tem muita sujeira embaixo do tapete e que precisa e "vai ser" trazida a tona, pois para isto, a "PF" ainda está trabalhando (quietinha) para por os pingos no "is".
 
Antonio Mazeica em 01/03/2011 07:13:49
Então o verdadeiro herói é...................................
 
Orlando Lero em 28/02/2011 01:00:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions