A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

16/05/2014 13:38

Jamal diz que prioridade é saúde e apela para crise política não afetar serviços

Lidiane Kober

Um dia após a Prefeitura de Campo Grande e secretarias serem invadidas, o secretário municipal de Saúde, Jamal Salem (PR), reuniu os servidores da pasta para tranquilizá-los e apelou para a “desarmonia política” não afeitar o desempenho dos funcionários.

“A nossa prioridade é a saúde e não podemos deixar com que essa desarmonia política afete o nosso desempenho. Temos que continuar trabalhando pela saúde, independente do que nos cerca”, disse Jamal.

Ele ainda fez questão de frisar que em sua “gestão não há perseguição e nem violência”. “O importante é o trabalho estar sendo desempenhado e ainda estamos abertos para conversas e esclarecimentos”, completou aos integrantes de sua equipe.

A Sesau, assim como outros órgãos da prefeitura, foi tomada por funcionários da gestão do ex-prefeito Alcides Bernal (PP). Segundo Jamal, além de causarem tumulto na secretaria, o grupo agiu com violência para os funcionários se retirarem e revistou o pessoal.

Pela manhã, foram encontrados restos de pizza e lixo em mesas do gabinete. Além disso, informou o secretário, pertences pessoais, computadores e documentos estão desaparecidos.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions