A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

26/03/2018 09:36

Janela deve provocar novas mudanças na Assembleia e Câmara Federal

Período de troca de partidos para eleição termina no dia 7 de abril

Leonardo Rocha
Elizeu Dionízio vai deixar o PSDB, mas ainda não definiu para que partido vai entrar (Foto: Divulgação)Elizeu Dionízio vai deixar o PSDB, mas ainda não definiu para que partido vai entrar (Foto: Divulgação)

Faltando menos de 15 dias para o fim da janela partidária, Mato Grosso do Sul deve ter mudanças nas bancadas da Assembleia Legislativa e Câmara Federal. Quem “abriu a porteira” foi o deputado George Takimoto, que trocou o PDT pelo MDB. Já Elizeu Dionízio adiantou que vai deixar o PSDB, restando apenas definir em que partido vai se filiar.

“Recebei vários convites, mas ainda estou analisando as possibilidades, até para saber onde teremos mais espaço político e onde seremos melhor atendidos para eleição, o que posso confirmar é que estou deixando o PSDB”, disse Dionízio. Ele estava com conversas adiantadas com o PSL e Podemos.

Já na Assembleia Legislativa, além da troca de Takimoto, outros dois deputados receberam convites e estão avaliando a possibilidade de trocar de legenda. José Carlos Barbosa (PSB) foi convidado pelo PSDB, mas disse que primeiro vai discutir a situação com o PSB. “A minha ideia é ficar, mas vamos conversar até o dia 7 (abril)”.

O deputado Zé Teixeira (DEM) também reconheceu que recebeu vários convites para deixar o DEM, e explicou que sua decisão vai depender de uma resposta que tiver do partido. “Eu vou apoiar o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para reeleição, se o meu partido vetar esta coligação, então terei que mudar para outra legenda. Se eles permitirem este apoio, fico no DEM”.

Câmara – Na bancada federal de Mato Grosso do Sul, além de Elizeu Dionízio, outros deputados já reconheceram que podem utilizar a janela partidária, caso não haja entendimento com seus partidos. Luiz Henrique Mandetta (DEM) disse que sua permanência dependeria de uma conversa com a direção nacional. “Se tivermos projetos políticos diferentes, então procuro outro caminho”.

Outra possibilidade é do deputado Geraldo Resende (PSDB), que espera uma definição da direção tucana sobre sua intenção de disputar uma das vagas ao Senado. Caso ele seja preterido, ou os tucanos façam aliança com adversários políticos, não descarta a possibilidade de mudar de partido. O MDB inclusive estaria conversando com o parlamentar.

A janela partidária foi aberta no dia 8 de março e segue até 7 de abril. Ela é uma possibilidade para os deputados estaduais e federais trocarem de legenda, sem correr o risco de perder seus respectivos mandatos em Brasília.

Deputados Zé Teixeira e José Carlos Barbosa vão se reunir com seus partidos para definir situação (Foto: Assessoria/ALMS)Deputados Zé Teixeira e José Carlos Barbosa vão se reunir com seus partidos para definir situação (Foto: Assessoria/ALMS)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions