A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

08/06/2018 17:52

José Marcos deixa a Semadur; adjunto, presidente do CAU assume a secretaria

Ex-titular da pasta alegou questões pessoais para deixar o cargo; novo secretário sinaliza prioridades

Humberto Marques
Costa elogiou Fonseca e sinalizou prioridades na Semadur. (Foto: PMCG/Divulgação)Costa elogiou Fonseca e sinalizou prioridades na Semadur. (Foto: PMCG/Divulgação)

A Prefeitura de Campo Grande anunciou nesta sexta-feira (8) a troca de comando na Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana). O atual presidente do CAU-MS (Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Mato Grosso do Sul) Luis Eduardo Costa, até então adjunto da pasta, substitui José Marcos da Fonseca, que pediu exoneração do cargo.

Em nota, a prefeitura informou que Fonseca alegou não conseguir conciliar compromissos pessoais com a agenda da Semadur. O agora ex-secretário teve a presença na pasta colocada em xeque no início do ano, após erros de cálculo resultarem no lançamento de valores a maior na taxa de coleta e destinação de resíduos sólidos –a taxa do lixo.

A falha levou milhares de contribuintes a reclamarem da taxa que teriam de pagar, que ficou mais cara para cerca de 98% dos campo-grandenses –segundo informações da própria prefeitura– e forçou o município a revogar o decreto que alterou a cobrança. O processo causou filas nas centrais de atendimento ao município e forçou o lançamento de novos carnês, bem como de ressarcimentos via devolução em dinheiro ou crédito tributário.

Apesar do problema, cuja origem chegou a ser atribuída a técnicos da Semadur, Fonseca contou com a confiança do prefeito Marquinhos Trad (PSD) e foi mantido no cargo até esta sexta. A substituição foi publicada em edição extra do Diário Oficial do município.

Alteração – Egresso de uma família de arquitetos e urbanistas e formado na profissão em 1994, Luis Eduardo Costa foi professor universitário por oito anos, vice-presidente do Crea-MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Mato Grosso do Sul) e diretor da Federação Nacional dos Arquitetos. Ele é o atual presidente do CAU-MS e ocupava a função de secretário-adjunto da Semadur.

Também via assessoria, o novo secretário sinalizou que terá entre as prioridades a necessidade de desburocratização de licenciamentos e aplicação de avanços tecnológicos para gerar modernidade e eficiência nos serviços, algo que afirmar ser entendido pelo prefeito. Ele ainda elogiou Fonseca e destacou que os trabalhos serão focados na “integração entre a necessidade urbana e a questão ambiental, lutando para um progresso eficiente e sustentável”.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions