A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

04/10/2014 10:17

Maioria dos eleitores de MS tem ensino fundamental incompleto

Aliny Mary Dias
Em todo o Estado, 1,8 milhão de eleitores vão votar no domingo (Foto: Marcos Ermínio)Em todo o Estado, 1,8 milhão de eleitores vão votar no domingo (Foto: Marcos Ermínio)

Neste domingo (5), 1,8 milhão e eleitores irão às urnas em Mato Grosso do Sul para escolher o novo presidente, governador, senador, deputados estaduais e federais. Segundo levantamento do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral), 34,3% dos eleitores têm ensino fundamental incompleto.

As estatísticas do órgão revelam ainda que as mulheres são maioria, 938,8 mil contra 880 mil eleitores homens. Os números equivalem a 51,6% mulheres contra 48,3% homens.

Outro dado que chama a atenção é a escolaridade dos eleitores sul-mato-grossenses. Os eleitores que tem ensino fundamental incompleto somam 624,8 mil e dominam o ranking. Em segundo lugar, com 19,3% estão os que possuem ensino médio incompleto. Em terceiro lugar, com 13,6% do total, estão aqueles que completaram o ensino médio. Cerca de 5% (92,6 mil) tem ensino superior completo.

O TRE também apurou a faixa etária dos eleitores de Mato Grosso do Sul, aqueles que possuem entre 25 e 34 anos são 23,3% do total de eleitores. Seguem no ranking, as faixas etárias de 35 a 44 anos, com 20,1% e 45 a 55 anos com 18,5%.

Capital – No levantamento feito em Campo Grande, o público feminino também predomina, são 311,3 mil mulheres contra 270,8 mil homens. O que equivale a 53% contra 46%. Pessoas com ensino fundamental incompleta são a maioria do eleitorado com 28,2%. A faixa etária que predomina na Capital são eleitores entre 25 a 34 anos, com 23,7%.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions