A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Julho de 2018

05/12/2016 15:00

Marquinhos anuncia chefe de instituto e diz que tem 90% da equipe pronta

Alberto Dias
Marquinhos já tem praticamente toda a equipe definida por critérios técnicos. (Foto: Marcos Ermínio)Marquinhos já tem praticamente toda a equipe definida "por critérios técnicos". (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito eleito Marquinhos Trad (PSD) revelou nesta segunda-feira (5) o primeiro nome dos integrantes de sua equipe de gestores. O ex-deputado estadual Lauro Davi (PROS) assumirá o IMPCG (Instituto Municipal de Previdência de Campo Grande) com a missão de repetir o que fez pela Cassems (Caixa de Assistência dos Servidores de Mato Grosso do Sul) quando presidiu o orgão responsável pela saúde dos servidores estaduais.

Em entrevista ao programa Tribuna Livre, da FM Capital, o futuro prefeito explicou que a escolha foi baseada unicamente em critérios técnicos, “independente de partido, ideologia ou se o apoiou o não”. O objetivo, segundo Trad, é repetir a gestão que transformou a Cassems em referência na saúde em MS. “Qual é o plano da cidade que dá certo? O que funciona é a Cassems, por isso convidei o fundador e ex-presidente da Cassems, ele aceitou e já está trabalhando nisso 24 horas por dia”, disse.

Para comprovar a isenção na escolha, Marquinhos Trad lembrou que Lauro Davi foi seu adversário na corrida eleitoral à Prefeitura e que não obteve apoio do PROS no segundo turno. Segundo ele, a capacidade técnica é o critério que norteia a escolha de toda a equipe de trabalho, e adiantou que já tem cerca de 90% do secretariado definido em sua cabeça, sem adiantar mais detalhes ou outros nomes.

O futuro prefeito acredita que em dois ou três anos será possível vislumbrar um cenário positivo, depois de transpostas as dificuldades iniciais. "Já começamos a vislumbrar a situação interna do município de Campo Grande. De início causa certa preocupação, mas nada que não possa ser superardo com dedicação e força de trabalho”, completou Marquinhos. 

Em busca de apoio, Trad já esteve reunido com diversas entidades, como OAB-MS, Ministério Público, Sistema S, Fecomércio e universidades, além do Governo do Estado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions