A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/09/2013 13:01

Mesa Diretora convida secretario e diretor da Emha a explicar suplementação

Jéssica Benitez

O presidente da Câmara Municipal de Campo Grande, vereador Mario Cesar, convidou o secretario de Finanças e Planejamento, Wanderley Ben Hur, bem como o diretor-presidente da Emha (Agência Municipal de Habitação de Campo Grande), Amilton Cândido de Oliveira, para ir à Casa de Leis amanhã às 8h. O intuito é que ambos expliquem detalhadamente os dois projetos de Lei de suplementação que estão para ser votados pelos vereadores.

O ofício convidando a dupla foi enviado na manhã de hoje. Os textos (7.509 e 7.510/2013) são de 30 de agosto, foram anunciados na sessão do último dia 04 e tratam de “crédito adicional, suplementação e dá outras providências”. Um dos projetos visa à permissão por parte dos vereadores para que o Executivo suplemente R$ 108 milhões.

O outro pede crédito suplementar de R$ 9 milhões. Este estaria voltado para a área de habitação, por isso o convite a Amilton. Segundo a Lei Orçamentária, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), tinha liberdade para suplementar 5% do orçamento, que totaliza R$ 139 milhões. No entanto, segundo a CPI do Calote, ele já superou esse limite. Como não tem liberdade para gastar além do valor, o chefe do Executivo pediu autorização dos vereadores para gastar mais R$ 117 milhões.

Bernal e vereadores divergem sobre suplementação para pagar trabalhadores
A visita do prefeito Alcides Bernal (PP) à Câmara Municipal não rendeu avanços aos dois projetos de suplementação encaminhados ao Legislativo, um de ...
Prefeito lembra ano passado e defende aumento de margem para suplementação
O prefeito Alcides Bernal (PP) defendeu o aumento de 5% para 30% da margem para suplementação no Orçamento. Para defender a volta ao patamar históric...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions