ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 32º

Política

“Meu projeto chama Campo Grande”, diz prefeito sobre disputa ao governo

Por Ana Paula Chuva | 16/11/2020 16:03
Marquinhos durante coletiva na tarde desta segunda-feira. (Foto: Silas Lima)
Marquinhos durante coletiva na tarde desta segunda-feira. (Foto: Silas Lima)

Reeleito com 52,58% dos votos, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) negou hoje em entrevista a possibilidade de começar articulações para disputar o governo de Mato Grosso do Sul em 2022. “Meu projeto chama Campo Grande e vou ficar em Campo Grande”, disse. A coletiva foi realizada na prefeitura na tarde de hoje (16).

Marquinhos agradeceu a "aprovação" e avaliou que o eleitor está cada vez mais atenta nas ações dos políticos e perceberam a maneira como a atual gestão recebeu a Capital e viram a evolução.

“Eles conseguiram mensurar a capacidade administrativa da nossa equipe. Viram o que fizemos e que então temos condições de entregar aquilo que elaboramos no Programa de Governo. Não estamos dizendo que entregaremos viadutos, como alguns disseram. Não conseguiríamos. Falamos que poderíamos entregar 'isso, isso e isso'. A partir disso, os eleitores passaram a acreditar na nossa equipe.”, finalizou.

Mesmo garantindo estar fora das eleições para o governo, Marquinhos lembrou de um dos opositores nessas eleições. O prefeito comentou a situação sub júdice de Sérgio Harfouche, que conseguiu 11% dos votos nas urnas, mas não foram computados por conta de indeferimento da candidatura porque não se descompatibilizou do Ministério Público Estadual.

Marquinhos cobrou julgamento rápido da questão, para não haver confusão daqui a dois anos. "Tem um problema jurídico a ser resolvido. Tem que decidir se quer a carreira do Ministério Público ou a política, não pode abraçar as duas. Espero que a Justiça julgue de uma vez por todas a situação dele, porque é capaz de acontecer novamente daqui a dois anos. Na minha ótica, ele saiu enfraquecido da história toda.. para quem adquiriu há dois anos quase 170 mil votos e agora só 40 mil e pouco, ele perdeu muito voto", avaliou.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário