A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

18/06/2012 08:50

Após 6 meses de espera, Ministério nomeia chefe do Dnit em MS

Aline dos Santos

Nome cotado para MS, vai comandar órgão federal no Ceará

O Ministério do Transporte nomeou Euler José dos Santos para a superintendência do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) em Mato Grosso do Sul. Ele é servidor do quadro de pessoal do ministério.

O cargo no Estado estava vago desde 2 de janeiro, quando Marcelo Miranda foi exonerado do posto após denúncias de irregularidade. Desde então, a superintendência era exercida de forma interina por Antônio Carlos Nogueira, número dois na hierarquia do órgão federal.

Cotado pela bancada do PMDB para o posto em Mato Grosso do Sul, o engenheiro civil José Luiz Vianna Ferreira foi nomeado hoje para comandar o Dnit no Ceará.

A cúpula do Dnit foi punida com demissão em processo administrativo disciplinar no início do ano. Na ocasião, foram demitidos Miranda, o chefe do Serviço de Engenharia, Guilherme Alcântara de Carvalho, e Carlos Roberto Milhorim, chefe do Dnit em Dourados.

Miranda e Guilherme foram punidos por desrespeito a dois artigos da lei sobre deveres dos servidores públicos federais: observar as normas legais e regulamentares; e levar ao conhecimento da autoridade superior as irregularidades de que tiver ciência em razão do cargo. Miranda foi governador de Mato Grosso do Sul, prefeito de Campo Grande e senador.

Carlos Roberto Milhorim foi enquadrado nos artigos de: valer-se do cargo para lograr proveito pessoal ou de outrem, em detrimento da dignidade da função pública; improbidade administrativa, lesão aos cofres públicos e dilapidação do patrimônio nacional, e corrupção. O processo teve início em 2006, após operação da PF (Polícia Federal).

Logo em seguida às demissões, o engenheiro Carlos Antônio Marcos Pascoal era o indicado da bancada federal de Mato Grosso do Sul para o cargo, mas sua posse foi suspensa depois que o Campo Grande News divulgou que ele passou por investigação no TCU (Tribunal de Contas da União).

Pascoal é investigado por irregularidades em três contratos de obras do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) na BR-163, na divisa de Mato Grosso com o Pará. A investigação envolve recursos de R$ 500 milhões.

Dnit vai chamar próximas colocadas para substituir Delta em obra na 163
“Não vejo a hora de colocar uma empresa lá. O trecho está descoberto para fazer a manutenção”, diz superintendente Com Delta Construções impedida de...
Após nova assembléia, indicação de Pascoal ao Dnit é mantida
Engenheiro é investigado por irregularidades em três contratos de obras do PAC na divisa de MT com PAApós nova assembléia, realizada nesta segunda-f...
Bancada dá 'voto de confiança' e Vianna deve ser indicado para o Dnit em MS
A bancada do PMDB de Mato Grosso do Sul na Câmara dos Deputados e aliados manifestaram apoio à indicação do engenheiro civil José Luiz Vianna Ferreir...


Gostei mesmo foi da indicação de mS, foi lá para o Ceará, muito boa quem fez essa estratégia. Deveria ser assim sempre, dificultar as quadrilhas de conchaves e falcatruas.
 
luiz alves em 18/06/2012 12:28:23
Desejamos sucesso ao novo chefe do Denit e aproveitando o ensejo, ressaltamos a importância em priorizar a ampliação da rodovia BR 262, comprendendo o trecho Cmpo Grande Terenos é preciso dar um basta nos acidentes fatais neste trecho de Indubrasil até Terenos que não passa de 20 Km.
 
walfrido silva em 18/06/2012 10:33:38
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions