ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SÁBADO  28    CAMPO GRANDE 25º

Política

Ministério Público investiga abuso de poder e compra de votos em Caracol

Entre os fatos que motivaram a abertura de procedimento está a possível tentativa de interferência na Polícia Militar local

Por Lucia Morel | 20/11/2020 16:37

O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) em Bela Vista, abriu procedimento preparatório eleitoral para investigar abuso de poder econômico e compra de votos nas eleições municipais deste ano no município.

Portaria publicada hoje no Diário Oficial do MP, assinada pelo promotor eleitoral, William Marra, inicia as investigações com base em três fatos distintos, mas que supõem compras de voto em Caracol.

O primeiro, em 12 de novembro, revela que Lucas dos Santos Viais, em diligência, foi abordado e com ele foram encontrados R$ 4 mil. Dois dias depois, outras quatro pessoas foram abordadas e com elas estavam requisições para abastecimento de combustível.

Há ainda, segundo a portaria, conversas de Whatsapp obtidas pela promotoria, que indicam “supostas interferências no comando da Polícia Militar de Caracol, com abuso do poder político para troca do comando do Grupamento da Polícia Militar”.

Para o MP, tais situações configuram “possível ocorrência de fatos que constituem prática de abuso do poder econômico”.

No município, em 12 de novembro, confusão levou um homem a sacar a arma no meio da rua. Os envolvidos na briga são de lados opostos na política, como você pode ler aqui.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário