ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, QUARTA  22    CAMPO GRANDE 32º

Política

Mochi apoia decisão do PMDB e diz que Bernal perdeu chance de se defender

Por Leonardo Rocha | 18/12/2013 07:54
Mochi diz que ao faltar a depoimentos Bernal desrespeitou a Câmara (Foto: Cleber Gellio)
Mochi diz que ao faltar a depoimentos Bernal desrespeitou a Câmara (Foto: Cleber Gellio)

O presidente estadual do PMDB, o deputado Junior Mochi, afirmou que o prefeito Alcides Bernal (PP) perdeu a chance de se defender quando deixou de comparecer três vezes a reunião da Comissão Processante. Ele ainda ponderou que o PMDB decidiu pela sua cassação em função das irregularidades apresentadas durante a investigação.

“Era sua chance de esclarecer os fatos, ele poderia fugir das explicações aos vereadores, pois nesta ocasião poderia se defender de todas as acusações contra ele. Foi um ato de desrespeito a Câmara”, avaliou o peemedebista.

Mochi afirmou que a decisão do PMDB em fechar a questão pela cassação do prefeito foi uma recomendação do partido, restando aos vereadores decidir qual será a decisão na hora da votação final.

“Foi uma recomendação aos vereadores baseada em uma série de ações de improbidade administrativa cometidos pelo prefeito e denunciada pela CPI do Calote, assim como apurada pela Comissão Processante”, apontou.

O governador André Puccinelli (PMDB) preferiu não se manifestar em relação a esta decisão, apenas destacou que é preciso confiar na palavra do vereador Paulo Siufi (PMDB) em relação a sua fidelidade ao PMDB.

Puccinelli já declarou em outra ocasião, quando questionado pelos vereadores do PMDB, que era para se decidir pela cassação de Bernal apenas se houvesse provas sobre seus atos irregulares.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário