A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

19/09/2013 21:29

Moka cobra do presidente do Senado votação de projeto sobre 10% para a saúde

Vinícius Squinelo

O senador Waldemir Moka (PMDB) cobrou nesta quinta-feira (19) do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), a votação do projeto de lei, de iniciativa popular, que preve a destinação de 10% da receita bruta da União para a área de saúde. O pedido de Moka foi feito durante sessão no plenário do Senado, que teve a participação do ministro da Saúde, Alexandre Padilha.

O senador disse que o Congresso precisa usar sua energia para discutir propostas que resolvam o problema da saúde. “Eu assumi a Comissão de Assuntos Sociais com o compromisso de não descansar enquanto o país não tiver dinheiro suficiente para melhorar o atendimento do SUS”, afirmou.

Moka cobrou diretamente o ministro Padilha sobre a falta de proposta do governo ao Congresso. Ele afirmou que o senador Humberto Costa (PT-PE), relator da comissão temporária que proporá soluções para o financiamento da saúde, tem enfrentado dificuldade para fechar o relatório por falta de interesse do Palácio do Planalto.

O sul-mato-grossense disse que tem tido paciência para debater o tema com o governo, mas deixou claro que chegou ao seu limite. “Eu recuei, recuei, recuei e agora bati na parede. E eu, ministro Padilha, não recuo mais. Vamos colocar o assunto em discussão e levar para o plenário do Senado”, avisou.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions