A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

31/03/2010 14:21

Na saída com 10 ministros, Dilma defende continuidade

Redação

Dez ministros foram empossados hoje em Brasília pelo presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Eles vão disputar as eleições deste ano e se desincompatibilizaram com seis meses de antecedência.

O destaque foi a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Roussef (PT), que é pré-candidata do PT à presidente da República. Na despedida, ao passar o cargo para Erenice Guerra, secretária-adjunta, ela fez um discurso, exaltou o presidente Lula e defendeu a continuidade do trabalho.

Dilma citou as lutas contra a ditadura e por redemocratização, direitos, igualdade, justiça e liberdade. "A geração que me sucedeu conseguiu realizar seus sonhos. Seu Governo (Lula) mostrou que um País só pode ser soberano se seu povo tiver condições de sonhar", destacou.

Ela também criticou aqueles que classificou como "os viúvos do Brasil que crescia pouco". Segundo a ex-ministra, essas pessoas fingem ignorar que as mudanças no Brasil são substanciais. "Elas têm medo. Não sabem o que oferecer ao povo, que hoje é orgulhoso, tem certeza que sua vida mudou e não aceita mais migalhas, parcelas e projetos inacabados", disse.

A pré-candidata acrescentou que, no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o povo não é coadjuvante. "

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions