ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 20º

Política

Nelsinho sugere à Saúde que jornalistas sejam vacinados contra a covid-19

O Brasil é o país com maior número de jornalistas mortos por covid-19

Por Adriano Fernandes | 06/04/2021 20:33
Senador Nelsinho Trad (PSD) durante a sessão virtual desta terça-feira (06). (Foto: Reprodução/Facebook)
Senador Nelsinho Trad (PSD) durante a sessão virtual desta terça-feira (06). (Foto: Reprodução/Facebook)

O senador Nelsinho Trad (PSD), sugeriu ao presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM) em sessão nesta terça-feira (06) que peça ao Ministério da Saúde a inclusão dos profissionais da imprensa no grupo prioritário da vacinação contra a covid-19. O Brasil é o país com maior número de jornalistas mortos por covid-19, conforme a Fenaj (Federação Nacional dos Jornalistas).

Diante deste cenário a Federação encaminhou ao senador o pedido de inclusão das categorias de radialistas, jornalistas de rádios, TVs, sites, produtores, editores, dentre outros no grupo de profissionais que podem ser imunizados. As atividades da imprensa já são consideradas essenciais em decretos estaduais e federal.

"São todos aqueles que tem contato diário e continuo com a cobertura de toda essa face triste que nós estamos vivenciando, indo em locais que muitas vezes tem aglomerações, indo em hospitais e postos de saúde", disse o senador.

Só em Mato Grosso do Sul, sete jornalistas já morreram devido à complicações da doença desde dezembro. “Eu confesso que me sensibilizei com essa situação e faço essa indicação no sentido de estimular que o Ministério da Saúde que possa incluir essas categorias na linha de frente da prioridade das vacinas", concluiu o senador.

Nesta quarta-feira (07) o presidente da Câmara de Vereadores de Campo Grande, Carlos Augusto Borges (PSB), também vai apresentar requerimento para inserção de jornalistas no grupo prioritário da vacinação contra a covid-19, na Capital. A iniciativa já tem aprovação do prefeito Marquinhos Trad (PSD) e aval do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), assim como do secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende.


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário