ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 32º

Política

No último dia, Justiça ainda falta avaliar 558 candidaturas em MS

Já foram avaliados 89% dos candidatos no Estado, sendo que 353 tiveram seus registros rejeitados

Por Leonardo Rocha | 26/10/2020 12:38
Sede do TRE-MS, no Parque dos Poderes, em Campo Grande (Foto: Arquivo)
Sede do TRE-MS, no Parque dos Poderes, em Campo Grande (Foto: Arquivo)

No último dia para Justiça Eleitoral avaliar os registros de candidatura, ainda falta analisar 558 políticos em Mato Grosso do Sul, até o final desta manhã. Em Campo Grande, só resta o parecer sobre três candidatos a vereador, um a prefeito e outro ao cargo de vice.

Até o momento 89,46% dos candidatos já tiveram seus registros avaliados no Estado, sendo que 7.732 foram considerados aptos para disputa e 353 tiveram seus nomes rejeitados, enquanto ainda resta a avaliação (registro) de 558 políticos, que devem ter o devido parecer até o final do dia.

Em Campo Grande, dos 780 candidatos a vereador, falta análise de apenas três: Fábio da Rocha e Silva (Republicanos), Laudicéia França (Republicanos) e Walter Oliveira Massulo (Patriotas).   Já para disputa a prefeito, resta apenas o veredicto sobre a candidatura de Sérgio Harfouche (Avante) e de seu vice, André Salineiro (Avante).

Em relação a Harfocuhe, a avaliação da sua candidatura demorou mais, porque o candidato pediu a suspeição do juiz Roberto Ferreira Filho, alegando “inimizade pública”, no entanto o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de MS) negou o recurso, cabendo ao magistrado fazer a análise.

Dos 353 candidatos considerados "inaptos", 68,77% foi em função da falta de documentação, enquanto que 15,46% teve como motivo a “Lei da Ficha Limpa”. Neste cenário ainda aparecem 15,14% em função de indeferimento do próprio partido, além de um caso de compra de votos e outro de conduta vedada.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário