ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEGUNDA  02    CAMPO GRANDE 16º

Política

“O povo tá de olho, os tempos são outros”, alerta Carlão aos colegas

Presidente da Câmara convocou vereadores para arregaçar as mangas

Por Anahi Zurutuza | 18/02/2021 11:12
Carlos Augusto Borges, presidente na Câmara, na chegada à Casa de Leis para a sessão inaugural (Foto: Paulo Francis)
Carlos Augusto Borges, presidente na Câmara, na chegada à Casa de Leis para a sessão inaugural (Foto: Paulo Francis)

Assumindo a posição de presidente da Câmara de Campo Grande, Carlos Augusto Borges, o Carlão (PSB), usou da experiência de três mandatos para dar conselhos aos colegas em legislatura que começa com 15 novatos no plenário. “O povo tá de olho, os tempos são outros. Não adianta só falar bonito na tribuna”, recomendou, sobre a responsabilidade que vereadores têm com a população.

No mesmo tom de Camila Jara (PT) e Tiago Vargas (PSB), os parlamentares que discursaram como representantes do Legislativo municipal, Carlão destacou que 2021 será ano desafiador, inclusive para ele, que terá de mudar sua estratégia de trabalho.

“Eu tive, em 2006, um dos maiores desafios da minha vida, um câncer maligno. E eu venci. Em 2008, fiz 40 sessões de quimioterapia e decidi, disputar a eleição. Eu tinha medo, mas saí candidato. Outro desafio foi disputar a reeleição. Agora, assumi a presidência. Deixei de atender o presidente de bairro, o pessoal da favela, para atender os vereadores, dar condições de trabalho para vocês”, pontuou.

Convocando os vereadores para arregaçar as mangas, Carlão também lembrou que seu trabalho será buscar a harmonia entre os poderes, mas união para conquistar vitórias para a Capital. “Não podemos prefeitar e o prefeito não pode verear. Temos poderes independentes”, disse em trecho da fala, finalizando a participação com frase digna de slogam publicitário. “Vamos pensar grande, vamos pensar em Campo Grande”.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário