A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

21/07/2017 23:10

OAB cobra 'profissionalização' do Estado no lugar de mais impostos

Julia Affonso e Luiz Vassallo (Estadão Conteúdo)

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) declarou nesta sexta-feira, 21, que é "inaceitável o aumento da carga tributária" e que a medida "explicita a opção do governo de, mais uma vez, transferir para o cidadão a conta dos erros cometidos da condução da máquina pública".

Em nota pública, a entidade máxima da advocacia se volta inclusive contra as emendas milionárias que o governo Michel Temer liberou para deputados aliados. A OAB afirma que a estratégia do governo tem o objetivo de evitar que a denúncia contra Temer por corrupção passiva seja aprovada na Câmara.

"Milhões são gastos para liberar emendas para deputados na tentativa de conseguir votos para barrar a denúncia contra o presidente da República", diz a nota da OAB, subscrita por seu presidente, Claudio Lamachia.

A Ordem também aponta para aliados do presidente que ocupam cargos estratégicos no governo. "Ao mesmo tempo, pessoas investigadas por corrupção continuam ocupando cargos públicos, o que indica falta de prudência com a gestão."

"Ao invés de profissionalizar a gestão do Estado e usar com eficiência os recursos já arrecadados, o governo opta por impor aos brasileiros que paguem a fatura da gestão", ataca a OAB. Segundo a entidade, "a carga tributária no País já é desproporcional às contrapartidas recebidas pelos pagadores de impostos". "Essa nova e equivocada medida, que incide sobre os combustíveis, atrapalha todo o sistema produtivo. Para tentar salvar o governo, não é possível sacrificar a sociedade."

Câmara adia de novo votação da PEC que cria distritão e fundo eleitoral
Após várias tentativas de votação nesta terça-feira (22), a análise da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 77/03, que altera o sistema político-e...
Câmara aprova parcelamento de dívidas de Estados e municípios com o INSS
A Câmara dos Deputados aprovou na noite desta terça-feira, 22, em plenário, a medida provisória 778/2017, que permite Estados e municípios parcelarem...
Votação da PEC do fim das coligações será retomada nesta quarta-feira
A Comissão Especial da PEC 282/2016, que propõe o fim das coligações partidárias e estabelece cláusula de barreira, teve que suspender o processo de ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions