A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 20 de Novembro de 2018

20/07/2017 22:51

OAB vai pedir informações sobre sindicâncias contra policiais em MS

Nyelder Rodrigues

A OAB-MS (Ordem dos Advogados dos Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul) vai pedir informações sobre as sindicâncias abertas pelo Estado contra policiais militares em Mato Grosso do Sul. Os policiais, que participam de movimentos pedindo reajuste salarial, alegam que a liberdade de expressão deles está sendo violada.

Entre os alvos de sindicância está o coronel Alírio Villasanti Romero, presidente da AOF-MS (Associação dos Oficiais Militares Estaduais do Mato Grosso do Sul) e um dos articuladores do Fórum dos Servidores.

Na terça-feira (18), o presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche, recebeu Villasanti, assessores jurídicos e representantes da AOF, e da ABSSMS (Associação Beneficente dos Subtenentes, Sargentos e Oficiais Oriundos do Quadro de Sargentos Policiais e Bombeiros Militares de Mato Grosso do Sul).

No encontro, foram discutidas a abertura, tida como impositiva, das sindicâncias, e feito pedido de ajuda à OAB para atuar nesta questão em conjunto com as associações - outras instituições, como a de praças da PM e Bombeiros, e dos agentes penitenciários, já buscaram auxílio da OAB nessa questão.

"Já oficiamos a Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) nesta situação e aguardaremos o retorno para decidir se vamos dialogar antes que sejam necessários processos judiciais ou administrativos. Mas vamos acompanhar isto de perto", frisa o presidente da CDH (Comissão de Direitos Humanos (CDH) da OAB, Christopher Scapinelli.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions