A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

24/12/2013 09:16

Oposição crê em ampliação e prevê 23 votos pela cassação de Bernal

Josemil Arruda
Saraiva crê que Jamal e Pedra ainda votam pela cassação de Bernal (Foto: arquivo)Saraiva crê que Jamal e Pedra ainda votam pela cassação de Bernal (Foto: arquivo)

O líder da oposição na Câmara de Campo Grande, vereador Airton Saraiva (DEM), acredita que a bancada de oposição não só terá votos suficientes para cassar o prefeito Alcides Bernal (PP), como até ampliará a margem em relação à abertura do processo, no dia 15 de outubro. “Acho que já temos 23 votos. Aumentamos o nosso percentual. Tinhamos 21 na abertura e agora a oposição trabalha com 23 vereadores”, afirmou o democrata.

A conta de Airton Saraiva leva em consideração que mesmo vereadores que aderiram ou estão prestes a integrar a base de apoio de Bernal também votarão a favor da cassação. Para o líder oposicionista, apesar de Jamal Salém (PR) e Paulo Pedra (PDT) terem sido beneficiados com nomeações para o primeiro escalão da Prefeitura de Campo Grande vão manter o mesmo voto que deram há pouco mais de dois meses pela criação da Comissão Processante.

Quanto a Jamal Salém, o vereador Saraiva vê clara disposição do colega em votar pela cassação de Bernal. “Jamal tem falado que está firme conosco. Ele disse que a escolha da Lillian para o IMPCG não foi indicação direta. Foi só referencial, um nome apontado. Se comprometeu a votar conosco”, declarou.

Ontem, o próprio Paulo Pedra garantiu que não há vinculação entre o fato de passar a integrar a base de Bernal e o voto que dará no julgamento do prefeito, na semana que vem. Saraiva acredita nisso. “Teve aí a indicação do PDT, mas isso não quer dizer que o Paulo possa votar com ele (Alcides Bernal) no julgamento”, ponderou o oposicionista.
Para Airton Saraiva, Bernal acabou usando pouco a “caneta” e não conseguiu reverter a tendência de votação pela cassação de seu mandato. “Não teve novidade grande de várias nomeações”, apontou.

Ao contrário de Saraiva, o secretário municipal de Governo, Pedro Chaves, considera que a base de apoio de Bernal na Câmara já conta com 12 vereadores e pode chegar a 16. Na contabilidade política dele, além dos oito vereadores que votaram contra a criação da Comissão Processante, em 15 de outubro, já aderiram à base os vereadores Jamal Salém, Paulo Pedra, Edson Shimabukuru (PTB) e Alceu Bueno (PSL).

Edson Schimabukuru, porém, ainda não foi contemplado na indicação que fez para a Agência Municipal de Trânsito (Agetran). Ele havia indicado o engenheiro Jean Saliba para o lugar de Kátia Castilho. “Acho que teve um descompasso aí. Estamos acreditando que emperrou, que o Shimabukuru não entrou em acordo”, opinou Saraiva.

Apesar de o julgamento de Bernal estar previsto para o dia 30 de dezembro, em meio ao período de festas de fim de ano, com muita gente viajando, o líder da oposição na Câmara não acredita que haverá ausência de vereadores. “Alguns não estão em Campo Grande, estão viajando, mas já estamos preparados para buscá-los na hora certa, onde quer que estejam”, informou.

 

 

Interrogatório de Lula na Operação Zelotes é marcado para fevereiro de 2018
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...
Senado aprova desconto de dívidas de produtores rurais e texto segue para sanção
O Senado concluiu a votação, nesta quinta-feira (14), do projeto que permite a renegociação das dívidas de produtores rurais, estabelecendo descontos...


Por que não quiseram questionar as suspeitas de irregularidades em várias licitações do prefeito anterior? Licitação do lixo que a justiça teve que intervir, escândalo da saúde que foi abafado, são amigos dos mesmos que de certa forma foram beneficiados na gestão anterior que agora querem continuar sugando o povo, com cargos e pessoas direcionadas no governo. O povo tem que aprender a não votar em partidos de uma mesma coligação, pois, já fazem esse pacto antes das eleições, tem que haver equilíbrio político tanto na assembleia como na câmara, senão dá nisso, querem derrubar ou minar os adversários para voltarem ao poder.....
 
Jorge Elias em 24/12/2013 14:50:22
Imaginem se o Bernal tivesse maioria na câmara pois o cara já começou fazendo coisa errada no primeiro dia de mandato não sobraria pedra sobre pedra.
 
francisco manoel em 24/12/2013 14:22:46
Câmara, cassa logo, não disse pra que veio, vamos começar 2014 pelo menos com esperança de mudanças e que a cidade funcione. abraços a todos e um feliz 2014, com um novo Prefeito.
 
Maurício Ferreira em 24/12/2013 13:50:26
Caro Gustavo e outros acima. Antes de dar uma opinião baseada tao somente no senso comum deveriam os senhores conhecer a fundo sobre o que estão opinando. Do contrário, fica o espaço aqui digno de bate papo de lavadeira. Eu li acima "porque que os vereadores não cassam logo" - Oras, não é isto a luta da oposição. Ler a matéria e ter a certeza que a ideologia, o carater, a consciência, de um vereador como jamal, shimabukuro, bueno e pedra pode ser trocada por um cargo na agetran ė de matar....
 
nilson da silva feitosa em 24/12/2013 12:09:37
acho que tem que haver novas eleições sair todo mundo vereadores e prefeito ate agora ninguem fez nada e nem vai fazer
 
nildo ferreira reis em 24/12/2013 12:03:37
Esses edis do caos estão semeando vento e vão colher tempestades, em 2014 mais votos de indignação popular. muitos Bernais.
 
Hermes de Campos em 24/12/2013 11:42:34
Pelo que eu entendi desde 1º de janeiro de 2013, o Prefeito já estava cassado, durante esse período os vereadores, não criaram nenhum projeto para melhoria da cidade, a não ser a palavra cassar, cassar....
 
Delcy Melgarejo em 24/12/2013 11:33:23
A crise consiste precisamente no fato de que o velho está morrendo e o novo não pode nascer; neste interregno, uma grande variedade de sintomas mórbidos aparecem.
 
Adriano Ortigoza em 24/12/2013 11:20:55
Um dos papeis do poder legislativo é fiscalizar a atuação do poder executivo. Bem como, tomar medidas em prol da legalidade. Nota-se claramente desde o dia 1 de Janeiro de 2013 o descaminho, incompetência administrativa, falta de lisura e clareza nos atos do executivo. O que não pode continuar.
A cidade de campo Grande não pode parar no tempo como parou em todo o ano presente. A muitos anos não se via manchetes relativas a atrasos de pagamentos de prestadores de serviços como o ocorrido com a empresa de coleta de lixo. O sistema de saúde esta um verdadeiro caos, os Ceinfs largado as traças, bairros estão abandonados e tudo o que se vê é a argumentação que a culpa é da gestão passada. É preciso sim dar um basta nesta bagunça. QUEM ESTA PAGANDO A CONTA DA BAGUNÇA É A POPULAÇÃO.
 
IGOR EUDOCIAK AMERICO em 24/12/2013 11:18:47
o duro e ver um prefeito fazendo tudo errado, e mesmo assim um batalhao dando carta branca para ele fazer o que bem entender, com a prerrogativa que o anterior fez então este pode fazer.
-> onde esta as mudanças se o outro fez ele tem que mudar e nao fazer igual... se fosse uma empresa ele ja estaria na cadeia, "serviço publico, da nojo mesmo provando falcatruas a pessoa se agarra nas bases e nao quer sair nem a pau".
 
ailton branco em 24/12/2013 11:07:08
Quanta eficiência e agilidade da câmara!!! Nunca vi nada igual!!! Povo de Campo Grande, abra o olho, estamos vivendo um golpe político!!!
 
Luciana Gomes em 24/12/2013 11:01:11
Esse Airton Saraiva está a 200 anos no cargo de vereador e nunca conseguiu, através de projeto, recapear a Rua Spipe Calarge (rua por onde ele passa praticamente todos os dias). Isso porque ele sempre esteve com os prefeitos da situação. Agora quer cassar o prefeito.
Quanta enganação, hein Sr. Airton.
 
João Pedro em 24/12/2013 10:58:15
Que Deus me perdoe pela expressão, mas esses políticos poderiam cassar logo o mandato do Bernal, e acabar com essa novela nojenta que já dura quase um ano! Quem não ajuda não atrapalha, ou cassa logo o pobre miserável, ou deixa ele ir até o fim do mandato sem atrapalhar!
 
Olices Trelha em 24/12/2013 10:57:48
CAROS VEREADORES VEJAM O QUE ESTÃO FAZENDO A JUSTIÇA TARDA MAS NÃO FALTA..
 
GILSON RUFOS em 24/12/2013 10:05:21
Incrível como não é falado em verificar se errou, se houve ato ilegal, se existe justificativa ou não... o que se fala é em cassar, cassar e cassar...
Eu não gostaria de tomar partido mas por tudo que se vê, se lê e se ouve parece que é aquilo mesmo que se escuta em outras rodas:o que existe é apenas inconformismo da parte de quem perdeu a eleição, havendo interação, armação e deliberada intenção, pura e simples, de cassar o prefeito que agora está a frente do executivo municipal, buscando-se dar uma aparência de legalidade ao ato.
Preocupação com Campo Grande?? Preocupação com o povo?? Passaram longe, bem longe!!!!
 
Gustavo Gonçalves em 24/12/2013 09:53:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions