A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

10/03/2014 18:12

Oposição diz já ter 19 votos certos e espera chegar a 22 para cassar Bernal

Josemil Arruda
Saraiva diz que Bernal perdeu adesistas por não cumprir promessas (Foto: arquivo)Saraiva diz que Bernal perdeu adesistas por não cumprir promessas (Foto: arquivo)

O líder da oposição na Câmara de Campo Grande, Airton Saraiva (DEM), garante que hoje 19 vereadores já confirmaram que votarão na quarta-feira (12) pela cassação do prefeito Alcides Bernal (PP), com conversações sendo feitas com mais cinco vereadores objetivando pelo menos mais três votos. “Vamos chegar com 22 vereadores na sessão de julgamento”, assegurou o democrata.

Na manhã de ontem, os vereadores da oposição estiveram reunidos para discutir a estratégia para o dia da votação. “Estiveram presentes 17 vereadores na reunião, que foi realizada em um escritório político”, informou Saraiva. Segundo ele, não estiveram presentes os 19 porque dois estavam viajando.

Uma das estratégias definidas, segundo Saraiva, é que cada vereador mobilize sua base eleitoral para participar da sessão, garantindo assim o contra-ponto à massa de apoio que Bernal e seus assessores devem levar para a sede do Legislativo na quarta-feira. “Estamos trabalhando também com nosso eleitorado. Estamos mobilizando para dar dividida nessa pressão que vai ter depois de amanhã”, informou.

A cassação do prefeito só acontece se 20 dos 29 vereadores votarem a favor do relatório da Comissão Processante, que se baseou nos trabalhos da CPI do Calote, a qual acusou o chefe do Executivo de “fabricar emergência” para romper com fornecedores antigos e contratar empresas amigas.

Indagado se a bancada de 19 vereadores não seria insuficiente a dois dias do julgamento de Bernal, o líder oposicionista respondeu: “O duro seria se tivéssemos só 15 vereadores. Com 19 garantidos está bom, porque estamos trabalhando para ter o apoio de mais cinco vereadores e chegar a 22”. Garante que está “trabalhando firme” nesse sentido.

Questionado sobre os cinco vereadores que a oposição está tentando buscar a adesão, Airton Saraiva não quis revelar os nomes. “Não podemos revelar. Agora está um puxa para lá e puxa para cá. Temos que manter sigilo”, afirmou.

Descrença em Bernal – O líder oposicionista Airton Saraiva considera que o prefeito Alcides Bernal não soube aproveitar o período de trégua que a Câmara foi obrigada a dar por determinação judicial. “Ele teve mais de 70 dias, desde 26 de dezembro, quando o julgamento foi suspenso, fez nomeações, ganhou apoio, mas não deu continuidade aos compromissos. Tentar reverter isso agora, depois da decisão do presidente do STJ, não dá mais. As pessoas não acreditam mais nele”, argumentou.

Para Saraiva, o prefeito não conseguiu consolidar o apoio de vereadores que antes integravam a oposição, como Edson Schimabukuro (PTB), Jamal Salém (PR) e Paulo Siufi (PMDB). “Não cumpriu o que havia tratado com os vereadores com os quais assumiu compromisso”, avaliou.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions