ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, DOMINGO  26    CAMPO GRANDE 12º

Política

Mais de 550 mil eleitores de MS não concluíram o ensino fundamental

Eleitorado do Estado cresceu 3,2% comparado a 2014, quando ocorreu a última eleição para presidente, governador e parlamentares

Mayara Bueno | 01/08/2018 12:25
Movimentação em seção eleitoral de Campo Grande, nas eleições de 2016 (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)
Movimentação em seção eleitoral de Campo Grande, nas eleições de 2016 (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

Dos 1,8 milhão de eleitores aptos a votar em Mato Grosso do Sul, quase 30% não concluiu o ensino fundamental. São 552,9 mil pessoas com este grau de instrução no Estado, segundo pesquisa sobre o perfil do eleitorado promovida pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral).

Pessoas que têm ensino médio completo são 344 mil e representam 18,36%; ensino médio incompleto são 302 mil e 16,11%; São 206 mil eleitores formados em cursos superiores, no quarto lugar de votantes de MS. No Estado, há 161 mil que leem e escrevem e 76 mil analfabetos.

Ainda segundo a pesquisa, mulheres são 52,1% dos eleitores do Estado. De um modo geral, pessoas de 35 a 39 anos lideram o ranking de quem vai às urnas. O eleitorado de votantes de 16 e 17 é tímido, representando 0,28% e 0,74%. Nestas idades, não há obrigação em votar, porém já é possível emitir o título de eleitor e escolher candidatos, de forma facultativa.

Arte: Ricardo Oliveira
Arte: Ricardo Oliveira

Evolução - Entre a última eleição para governador, presidente e parlamentares, em 2014, e o atual pleito, que será realizado em outubro de 2018, MS 'ganhou' 590 mil eleitores. Naquele ano, eram 1.818.937 e agora subiu para 1.877.982, representando crescimento de 3,2%.

O cenário também não mudou muito quanto ao grau de instrução. Em 2014, os que têm ensino fundamental incompleto também eram a maioria do eleitorado, representando 34,3% em um universo de 1,8 milhão de eleitores.

Do total de eleitores, 1 milhão fizeram a biometria. Em relação ao restante, que aparece sem o cadastro, não é possível dizer se estes deixaram de fazer ou se vivem em municípios nos quais não houve a exigência.

Nos siga no Google Notícias