A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/07/2013 20:12

Para Jerson, Assembleia teve balanço positivo no 1º semestre

Nyelder Rodrigues
Da esquerda para a direita, os deputados estaduais Jerson Domingos, Antonio Carlos Arroyo, Pedro Kemp e Maurício Picarelli (Foto: arquivo)Da esquerda para a direita, os deputados estaduais Jerson Domingos, Antonio Carlos Arroyo, Pedro Kemp e Maurício Picarelli (Foto: arquivo)

O primeiro semestre deste ano contou com atividades e debates que resultaram em saldo positivo na Assembleia Legislativa, conforme o presidente da Casa, o deputado estadual Jerson Domingos (PMDB).

Os deputados estão no meio dos mandatos, que terminam no dia 31 de dezembro de 2014. Na avaliação de Jerson, neste semestre a Assembleia foi palco de debates e atividades de extrema importância para a sociedade.

Entre as atuações dos parlamentares, está a ação de pacificação no campo, onde houve visitas e negociações com líderes indígenas e ruralistas na intermediação do conflito que estourou em Sidrolândia, no mês de maio.

Também houve conversas com autoridades federais, resultando inclusive na vinda do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, e do ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho.

“Os deputados não podem medir esforços na busca incessante do diálogo entre os produtores rurais, indígenas e o governo federal, responsável pela questão. Ignorar a gravidade desse conflito histórico equivale a uma violenta punição para toda a população e prejuízos irreversíveis à imagem que o Estado projeta para o Brasil e o mundo. Jamais cometeremos a irresponsabilidade de virar as costas para esse problema”, destacou Domingos.

Além desta questão, a atuação dos deputados foi ampla –11 audiências públicas foram realizadas – também em outros assuntos do interesse social, como o reajuste dos servidores estaduais, instauração da CPI da Saúde, e visita da presidente Dilma Roussef e ministros, em articulações com a esfera pública federal.

Jerson comentou que “a voz da sociedade foi ouvida, aprofundando o dialogo entre os poderes das esferas municipal, estadual e federal, resultando em ações fundamentais para o desenvolvimento socioeconômico do estado”.

A criação das Secretarias da Juventude, da Casa Civil e de Articulação, de Desenvolvimento Regional e dos Municípios, proposta pelo governador André Puccinelli, também foi aprovada pela Assembleia neste semestre. Na última quarta-feira (10), foi discutido na Casa a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para 2014. O projeto prevê R$ 11,5 bilhões de receita e define as metas para elaboração orçamentária.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions