A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

18/04/2012 13:17

PDT ainda não recebeu proposta formal do PMDB para aliança

Wendell Reis

Felipe Orro defende candidatura própria caso o PMDB não ofereça o posto de vice ao PDT

Orro avalia que PDT pode lançar outro nome se Dagoberto não for para a disputa
(Foto: Divulgação/Giuliano Lopes)Orro avalia que PDT pode lançar outro nome se Dagoberto não for para a disputa (Foto: Divulgação/Giuliano Lopes)

O PDT reuniu pré-candidatos a vereador em Campo Grande e lideranças para falar sobre o destino do partido na eleição em outubro. A reunião foi marcada pelo presidente estadual do partido, Dagoberto Nogueira (PDT), com o objetivo de mostrar como estão as negociações na Capital.

O deputado Felipe Orro (PDT) participou do encontro e entende que ele não mostrou nenhuma novidade. Segundo ele, Dagoberto disse aos presentes que ainda não recebeu nenhuma proposta formal do PMDB sobre o que garantirá ao partido em uma eventual união em Campo Grande.

Orro entende que o PDT se precipitou ao anunciar desejo de apoiar o PMDB em Campo Grande e agora ficou em uma “situação ruim”. O deputado sempre defendeu a candidatura própria do PDT, pensando, principalmente, na importância do fortalecimento do partido para as disputas no interior do Estado.

Felipe Orro entende que o PDT deve se lançar como vice ou titular em uma chapa. Caso o PMDB não ofereça estas condições, o deputado defende candidatura própria. Indagado sobre a indisposição de Dagoberto, o deputado defende a candidatura de outro filiado ao partido. Dagoberto sempre declarou que só seria candidato se tivesse o apoio de toda a oposição, reunida em uma candidatura única.

No dia 9 de abril Dagoberto disse ao Campo Grande News que pretendia verificar qual espaço o PDT terá em uma aliança com o PMDB, do pré-candidato Edson Giroto (PMDB).O presidente do partido explicou que pretende ouvir algo de concreto para depois levar aos filiados ao PDT. Sobre a decisão do partido, Dagoberto confidenciou que sente o interesse da maioria em apoiar o PMDB.



É o toma lá dá cá! Nas eleições passados o PPS, com Vereador Athayde também barganhou apoio(coligação), assim recebendo de prêmio 3 secretarias. Fundação de Cultura(fundect), Fundação do Trabalho(funsat) e Instituto municipal de previdência de Campo Grande. Pouca coisa utíl fizeram, somente se aproveitaram!
 
Márcio Santos em 18/04/2012 05:25:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions