A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

31/10/2011 09:47

PDT deve lançar candidatura para fechar grupo de oposição na Capital

Wendell Reis

O PDT (Partido Democrático Trabalhista) vai reunir as sete correntes dentro do partido e os pré-candidatos a vereador no próximo dia 26 para decidir o futuro em Campo Grande nas eleições de 2012. Todavia, o presidente estadual do partido, Dagoberto Nogueira, adianta que o partido deve lançar candidatura própria.

Dagoberto explica que após a definição da candidatura o partido poderá articular as alianças, que tende a ficarem no campo da oposição, com o PP, PSB, PT e PC do B, todos da base de apoio da presidenta da República, Dilma Rousseff (PT). O presidente do PDT entende que os partidos da oposição devem fazer um grande grupo para se fortalecer, evitando a divisão:

“A divisão não é salutar. Não temos recursos para dois ou três candidatos. Precisamos concentrar forças em um único e que seja viável por conta dos recursos. A campanha hoje precisa de um bom marqueteiro e de programa de televisão”, explicou.

Dagoberto entende que a oposição precisa definir um candidato por meio de pesquisas qualitativas e quantitativas. Neste entendimento, independente do partido, quem não estiver bem qualificado terá que abrir mão para o próximo, sem impor um nome.

Dagoberto analisa que o PT deu um grande passo ao escolher Vander Loubet como pré-candidato, tendo em vista que lhe considera forte e viável. Porém, defende que a oposição se reúna efetivamente. Caso contrário, o PDT não se sentirá constrangido em conversar outros partidos, inclusive com o PMDB.

“Se não tiver juízo e começar a fazer besteira teremos outra postura. Hoje não tenho dificuldade de conversar com o André Puccinelli (PMDB)... Não é uma forma de ameaça, mas não posso levar o PDT para uma aventura”, avaliou o pré-candidato.



Bernal descarta candidatura a vice e se lança como terceira via na Capital
Lançadas as pré-candidaturas de Athayde Nery (PPS), Reinaldo Azambuja (PSDB) e Vander Loubet (PT), além da lista de opções do PMDB, que inclui Paulo ...
PMDB não pode errar, repete Nelsinho sobre a sucessão na Capital
O prefeito Nelsinho Trad (PMDB) disse, durante assinatura de contratos do PAC na Governadoria, que o PMDB ‘não pode errar’, numa alusão ao deputado V...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions