A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 20 de Setembro de 2018

20/08/2018 11:45

Pesquisa aponta Lula com 37,3% e Bolsonaro com 18,8% das intenções de voto

Levantamento considera os 13 candidatos registrados. Preso, ex-presidente está em 1º lugar nas pesquisas espontânea e estimulada no levantamento da Confederação Nacional do Transporte

Mayara Bueno
Lula em ato no assentamento Itamarati, em agosto de 2016. (Foto: Helio de Freitas/Arquivo). Lula em ato no assentamento Itamarati, em agosto de 2016. (Foto: Helio de Freitas/Arquivo).
Jair Bolsonaro discursa durante evento em Campo Grande, em junho de 2016. (Foto: Alcides Neto/Arquivo).Jair Bolsonaro discursa durante evento em Campo Grande, em junho de 2016. (Foto: Alcides Neto/Arquivo).

Pesquisa feita pela CNT (Confederação Nacional do Transporte), divulgada nesta segunda-feira (dia 20), aponta que 37,3% dos eleitores preferem Lula (PT) como novo presidente da República, enquanto 18,8% escolhem o candidato do PSL, Jair Bolsonaro.

Os eleitores foram submetidos à consulta estimulada, quando são informados nomes de candidatos para que a pessoa escolha um entre todos.

Marina Silva (Rede) tem 5,6%; Geraldo Alckmin, do PSDB, 4,9%; Ciro Gomes (PDT), 4,1%; Álvaro Dias (Podemos), 2,7%; Guilherme Boulos (Psol), 0,9%; João Amoêdo (Novo) e Henrique Meirelles (MDB), ambos com 0,8%, cada.

Cabo Daciolo (Patriota), 0,4%; Vera (PSTU), 0,3%; João Goulart Filho (PPL), 0,1%; José Maria Eymael (DC), 0,0%. Branco e nulo representam 14,3% dos eleitores e indecisos somam 8,8%.

No cenário espontâneo, quando os eleitores falam quem seriam seus candidatos, sem que a consulta dê opções, Lula aparece novamente em 1º lugar, com a preferência de 20,7% do eleitorado. Bolsonaro surge em 2º, com 15,1%; Alckmin tem 1,7%; Ciro Gomes, 1,5%; Álvaro Dias, 1,3%; Marina Silva, 1,1%.

"Outros" candidatos, conforme afirma a pesquisa, receberam 1,4%; branco e nulo somam 18,1% e indecisos chegam a 39%.

Sem Lula - Em todos os cenários, a consulta, realizada entre 15 e 18 de agosto de 2018, incluiu o ex-presidente da República. Mesmo preso, a candidatura dele foi registrada, mas o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) ainda vai analisar a possibilidade, que foi questionada..

Caso o ex-presidente seja impedido de concorrer esta eleição, dos 37,3% que afirma votar nele na pergunta estimulada, 17,3% iriam votar em Fernando Haddad, então candidato a vice na chapa petista.

Já 11,9% optam por Marina Silva, 9,6%, Ciro Gomes; 6,2% para migrar para candidatura de Jair Bolsonaro; 3,7% votam em Geraldo Alckmin; 0,8% em Guilherme Boulos; 0,7% Álvaro Dias; 0,7% escolhem Henrique Meirelles; 0,5% optam por Vera; 0,3% Cabo Daciolo; 0,3% votam em João Amoêdo; 0,1% em João Goulart Filho; somam 31,3% branco/nulo e 16,6% se declaram indecisos.

2º turno - Os eleitores foram questionados sobre nove cenários diferentes em um 2º turno. Lula teria 49,4% se enfrentasse Ciro Gomes, que teria 18,4%. Lula com 49,5% contra 20,4% de Alckmin; Lula novamente venceria se enfrentasse Bolsonaro, em percentuais de 50,1% e 26,4%.

O ex-presidente também ganharia por 49,8% se disputasse com Marina Silva, que teria 18,8%. Bolsonaro vence com 29,4% se enfrentar Ciro Gomes, que ficou com 28,2%.

O candidato do PSL ganha, conforme a pesquisa, Alckim com 29,4% da preferência contra 26,4% do tucano. Jair também vence com 29,3% se enfrentar Marina, que teria 29,1%.

Em outro cenário, Ciro vence com 26,1% contra 25,2% se a adversária do 2º turno for Marina Silva. A candidata, por sua vez, vence Alckmin por 26,7% contra 23,9%. O candidato do PDT vence também o tucano por 25,3% contra 22%.

Desaprovam - Dos eleitores ouvidos pela consulta, 2,7% acham o governo de Michel Temer (MDB) positivo, enquanto a maioria esmagadora, 78,3%, avaliam como nagativa a administração do emedebista. A aprovação do desempenho pessoal do presidente é de 6,9% contra 89,6% de desaprovação; 3,5% não souberam opinar.

Foram ouvidas 2.0025 pessoas em 137 cidades de 25 estados das cinco regiões do País, de acordo com a CNT. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais com 95% de nível de confiação. A pesquisa está registrada no TSE sob o número BR-09086/2018.



KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK
Está aí a explicação do porque o LULA não pode ser candidato.
Está difícil a vida dos adversários dele.
 
Critico em 20/08/2018 12:29:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions