A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

02/06/2008 06:12

Pesquisa dá vantagem larga a Trad Filho

Redação

Pesquisa do Ipems (Instituto de Pesquisas de Mato Grosso do Sul Ltda.) em parceria com o Campo Grande News e a Rádio Capital FM, sobre a disputa para a sucessão municipal em Campo Grande dá vitória tranqüila, no primeiro turno, ao atual prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) na comparação com os candidatos já colocados.

Nos dois cenários pesquisados, Trad Filho aparece com percentuais próximos de 70% das intenções de voto. Na segunda colocação, surge o deputado estadual Pedro Teruel, homologado ontem candidato do PT, com ou sem o deputado federal Dagoberto Nogueira entre os adversários.

Na pesquisa estimulada, foram considerados dois quadros, um excluindo Dagoberto Nogueira da disputa, e o segundo com o nome dele.

Considerando a primeira hipótese, o atual prefeito apareceu com 70,87% das intenções de voto e Pedro Teruel com 11,27%.

Outros 8,67% dos eleitores consultados disseram que não votariam em nenhum dos candidatos apresentados, 4,80% não souberam ou não quiseram responder e 4,40% apontaram a vontade de votar na ex-primeira-dama Maria Aparecida Pedrossian, do PRB.

Com esse resultado, a eleição seria encerrada no primeiro turno.

No segundo cenário, tendo Dagoberto entre os nomes, a vantagem do prefeito cai um pouco, mas continua grande. Trad Filho recebeu 68,33% das intenções de voto. Pedro Teruel foi citado por 9,87% dos eleitores e Dagoberto Nogueira aparece com 6,80% das intenções de voto.

Nesse cenário, 5,53% não souberam ou não quiseram responder à consulta, enquanto outros 4,93% disseram que não gostariam de votar em nenhum dos candidatos.

A ex-primeira-dama Maria Aparecida Pedrossian surge depois, com 4,53% da preferência das pessoas indagadas. Novamente, a vitória seria do prefeito Nelson Trad Filho sem necessidade de segundo turno.

Confronto direto - A pesquisa também perguntou aos eleitores qual seria a opção deles em um eventual segundo turno. Em todos os casos, novamente a escolha do eleitorado consultado foi pela reeleição do prefeito.

Na hipótese de um disputa com o petista Pedro Teruel, Trad Filho aparece com 73,13% do eleitorado e Teruel com 13,13%, percentual menor que o número de pessoas que, nesse quadro, disseram não saber em quem votariam ou não quiseram responder, que foi de 13,13%.

Se o nome fosse o do deputado federal Dagoberto Nogueira, Trad Filho teria, conforme as respostas, 70,27% das preferências, enquanto o pedetista receberia 11,47%, também superado pelo número de eleitores que não souberam ou não quiseram responder, que chegou a 18,27%.

No terceiro cenário simulado para um segundo-turno, tendo a ex-primeira-dama Maria Pedrossian como adversária do prefeito, ele teria sua maior vantagem: recebeu 75,33% das citações, contra 6,33% de Maria Aparecida. Neste caso, o número dos que não souberam ou não quiseram responder foi de 18,33%.

Voto espontâneo

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions