A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

23/02/2015 13:14

PMDB começa ações para ter candidatos nos 79 municípios de MS

Leonardo Rocha
Mochi anunciou que partido quer concorrer nos 79 municípios, as lideranças começam a articular os nomes (Foto: Leonardo Rocha)Mochi anunciou que partido quer concorrer nos 79 municípios, as lideranças começam a articular os nomes (Foto: Leonardo Rocha)

O presidente estadual do PMDB, o deputado Junior Mochi, anunciou que o PMDB pretende ter candidatos próprios nas 79 prefeituras de Mato Grosso do Sul, com o intuito de fortalecer a legenda e voltar a conquistar espaço nas principais cidades. Para isto já iniciou as ações e estratégias para eleição de 2016.

“Queremos candidatura (própria) nos 79 municípios, para isto já marcamos uma reunião no dia 21 de março, com as executivas municipais e com todos os integrantes do partido com mandato, vamos começar a planejar nossas estratégias para o ano que vem”, ressaltou ele.

Mochi ponderou que o objetivo do partido em um primeiro momento é discutir a reforma política para o país, tanto que convidou o deputado federal Marcelo Castro (PMDB-PI), para participar deste encontro (21 de março) e relatar sobre o tema.

Em um segundo momento, ficou decidido que o partido vai buscar novas filiações e já identificar os possíveis candidatos a prefeito em todas as cidades do Estado. “Precisamos nos fortalecer para o processo sucessório de 2016, com as lideranças cuidando de suas bases eleitorais”.

Candidatos O presidente da legenda ponderou que neste encontro não foi discutido eventuais nomes para 2016, mas ressaltou que os candidatos serão escolhidos por prestígio eleitoral, pesquisa e viabilidade política junto ao partido e sociedade. “São todos estes fatores que serão levados em conta”.

Escolha – O deputado Carlos Marun disse que neste momento o PMDB precisa se organizar e montar sua estratégia, para que no segundo semestre comece a discutir os nomes que podem concorrer a prefeito. Ele salientou que os “escolhidos” devem estar definidos até o final do ano. “Antes do natal chegar”.

Cidades – Em Campo Grande, as lideranças voltaram a apontar o ex-governador André Puccinelli como principal nome, mas ressaltando que caso ele não queira, outras lideranças podem surgir, como o vereador Paulo Siufi, a deputada estadual Antonieta Amorim, o deputado federal Carlos Marun e até o ex-prefeito Nelsinho Trad. Eles não descartam também Marquinhos Trad , caso não saia do partido.

Já em Dourados, o deputado federal Geraldo Resende confirmou que vai disputar a indicação, lembrando que possui um trabalho consistente pela cidade e se sente credenciado para disputa. Ele também citou a vereadora Délia Razuk, o ex-deputado federal Marçal Filho e o atual deputado estadual Renato Câmara, como possíveis pré-candidatos. “O partido é quem deve decidir”.

Em Três Lagoas, o deputado Eduardo Rocha voltou a afirmar que não tem intenção de ser prefeito e citou o vereador Antônio Luiz Empke Júnior, mais conhecido como Tonhão, e o ex-vereador Nuna Viana, além de alguns empresários da região, como postulantes ao cargo. “Estes (empresários) ainda é segredo, precisamos evoluir a conversa, vamos nos empenhar para permanecer na prefeitura”, ponderou.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions