A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/07/2011 13:55

PMDB deve lançar chapa completa e exigir curso para candidatos

Aline dos Santos
Segundo Esacheu, PMDB não quer candidaturas solteiras. (Foto: Marcelo Victor)Segundo Esacheu, PMDB não quer candidaturas "solteiras". (Foto: Marcelo Victor)

O PMDB pretende lançar chapa completa nas eleições do próximo ano. O presidente regional do partido, Esacheu Nascimento, afirma que com o aumento de vereadores nas Câmaras, cada partido poderá lançar até 1.300 candidatos.

As vagas para vereador em Mato Grosso do Sul deve aumentar de 740 para 900. “E a legislação diz que o total de candidatos pode ser uma vez e meia o numero de cargos em disputa”, explica.

Segundo ele, a orientação nacional é lançar candidatos a prefeito e vereador em todas as cidades. Mas, frisa que o PMDB local não quer candidatos que não tenham compromisso partidário.

“O que o PMDB não quer é candidatura solta, ‘solteira’, sem compromisso. Tem que se comprometer com o plano de trabalho, valorizar a educação, defender o Sistema Único de Saúde, o desenvolvimento local”, salienta Esacheu.

Durante reunião com os mais de cem representes do diretório regional, ele lembrou que será exigido que os candidatos participem de curso de formação na fundação Ulysses Guimarães. “Quem tiver curso de formação vai ter preferência, precisamos unificar a linguagem do partido”, afirmou.

O PMDB também vai recadastrar e traçar um perfil dos filiados, que totaliza 47 mil pessoas no Estado.

O diretório regional faz duas reuniões anuais. A próxima será no fim do ano. Conforme Esacheu Nascimento, a expectativa é que até lá já esteja decidida as mudanças da reforma eleitoral.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions