A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

29/03/2014 11:48

PMDB vai pesar na decisão e Puccinelli deve renunciar ao cargo dia 4

Edivaldo Bitencourt e Zana Zaidan
Governador ainda mantém mistério, mas já dá sinais de que vai disputar eleição (Foto: Pedro Peralta)Governador ainda mantém mistério, mas já dá sinais de que vai disputar eleição (Foto: Pedro Peralta)

O governador André Puccinelli (PMDB) deve anunciar, na próxima sexta-feira (4),que renuncia ao cargo e vai disputar a vaga de senador nas eleições deste ano. Após anunciar a aposentadoria depois de concluir o mandato, a pressão do PMDB vem sendo fundamental para ele mudar de idéia.

“Não depende só da minha vontade, eu também tenho que levar em conta os interesses do meu partido”, afirmou o governador, durante o almoço no restaurante Vitorino, na Vila Santa Dorotéia, na Capital.

Para convencer Puccinelli a acatar o novo desafio, lideranças do PMDB passaram a levar prefeitos e lideranças do interior para convencê-lo da importância de disputar a vaga de Ruben Figueiró (PSDB). Nesta semana, durante evento na Governadoria, ele revelou que até prefeitos do PT teriam engrossado o coro pela candidatura.

Caso Puccinelli renuncie ao cargo, a vice-governadora Simone Tebet (PMDB) deve permanecer e assumir o comando da administração estadual.

A decisão do governador deve reforçar a chapa majoritária de Nelson Trad Filho (PMDB), que deixará a Secretaria de Articulação com os Municípios, para disputar o Governo do Estado.

Segundo o governador, além de prefeitos, lideranças do PMDB lhe mostram pesquisas de opinião que lhe dão a liderança na disputa. Eles alegam que a candidatura de Puccinelli é fundamental para o partido obter bons resultados nas eleições deste ano, já que poderá puxar votos para os cargos proporcionais, de deputado estadual e federal.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions