A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

12/03/2014 10:48

Polícia barra trio elétrico pró-Bernal e acontece a 1ª confusão na Câmara

Francisco Júnior e Leonardo Rocha
Confusão se formou com a chegada de trio elétrico pró-Bernal. (Foto: Marcos Ermínio)Confusão se formou com a chegada de trio elétrico pró-Bernal. (Foto: Marcos Ermínio)
Secretária Ritva durante negociação com major. (Foto: Marcos Ermínio)Secretária Ritva durante negociação com major. (Foto: Marcos Ermínio)

Uma confusão acorreu em frente à Câmara de Campo Grande nesta manhã (12) após a Polícia Militar barrar a circulação de um trio elétrico levado pelos apoiadores do prefeito Alcides Bernal (PP).

A Polícia barrou o veículo em uma rua lateral da Câmara no momento em que ele era manobrado para ser posicionado em frente ao prédio. O major Braga, da PM, determinou que as pessoas que estavam em cima do trio descessem. Secretários do prefeito não gostaram da ação policial e uma confusão se formou no local. Entre os secretários presentes estão: Ritva Vieira (Agereg), Jacqueline Hildebrando (Secretaria da Mulher), Leila Machado (Funesp), Luiz Marcon (Semadur), Djalma Martins (Comunicação) e Ricardo Balock (Administração).

A intenção dos secretários era que fosse vinculado no trio discursos pró-administração do prefeito.

O major afirmou que o trio só poderia ficar posicionado em frente à Câmara mediante autorização dos vereadores e da segurança pública.

Depois de uma conversa entre o major e Ritva os ânimos ficaram mais calmos, e o trio foi autorizado a ficar estacionado próximo ao viaduto da Avenida Ricardo Brandão.

Cerca de 100 pessoas aguardam julgamento de Bernal na Câmara Municipal
A Polícia Militar interditou, por volta das 20h desta terça-feira (11), o trecho da avenida Ricardo Brandão, no bairro Jatiuka Park, em frente a Câma...
Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


é uma vergonha! ao invés desse povo estar trabalhando, estão lá causando confusão, vão trabalhar seus v.. ACORDA CAMPO GRANDE!!!!!
 
everson diniz em 12/03/2014 14:13:32
É secretárias: Eu só tenho que trabalhar em média 5 meses por ano para pagar impostos.Podem matar serviço a vontade.Não tem nenhuma mulher sofrendo nenhum tipo de violência em Campo Grande, Não tem nenhuma empresa esperando pelos benefícios do Prodes para investir em Campo Grande, Não tem nenhum atleta passado necessidade em Campo Grande e Finalmente se ta tudo certo, nem vou comentar sobre a agência reguladora. E, se alguém encontrar o Secretário de Saúde falem pra ele que eu não estou há 1 ano aguardando por uma cirurgia ortopédica tá tudo bem com migo e com uns 200 que precissam da mesma cirurgia.
 
Fabiano Nunes Dávalos em 12/03/2014 14:12:19
Meu Deus, quem ainda é a favor desse cara? Criem vergonha.
 
Bruno Arias Rocha em 12/03/2014 12:49:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions